17 de agosto de 2018
  • :
  • :

Coronel destaca apoio do Papa Francisco a Lula em encontro do PCdoB

Coronel destaca apoio do Papa Francisco a Lula em encontro do PCdoB

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Angelo Coronel (PSD), prestigiou e aplicou uma injeção de ânimo nos comunistas baianos, na tarde desta segunda-feira (11), durante o encontro da direção do PCdoB com os 48 pré-candidatos a deputados estadual e federal no pleito de outubro, ocorrido no Plenarinho da Alba. Quatro deles buscam uma cadeira na Câmara Federal.

Motivados com visita à Bahia da pré-candidata da legenda à presidência da República, Manuela Dávila, os comunistas ouviram do chefe do Legislativo estadual que a legenda poderá elevar a sua bancada na Alba, atualmente formada pelos deputados Zó, Fabrício Falcão e Bobô, que buscam a reeleição.

Angelo Coronel chamou a atenção para a importância de se construir uma unidade forte entre a direção, os candidatos e a militância, tendo em vista que o partido optou por concorrer dia 7 de outubro com chapa própria (sem coligação) nas eleições proporcionais – estadual e federal.

Ele destacou a boa relação entre o seu partido e o PCdoB, lembrando que “o PSD foi o primeiro partido na Bahia a apoiar a candidatura da deputada Alice Portugal para a Prefeitura de Salvador”, além do alinhamento em torno do vitorioso projeto do governo Rui Costa na Bahia e dos governos Lula e Dilma. O pessedista também elogiou a atuação dos parlamentares comunistas na Casa.

Angelo Coronel comentou a larga preferência do eleitorado baiano, conforme todas as pesquisas, em votar no ex-presidente Lula na eleição presidencial. E falou de sua intenção de fazer a entrega da Comenda 2 de Julho a Lula em Curitiba, aprovado pela Alba. “Solicitei à direção do PT que faça a marcação da audiência”, disse.

O presidente da Assembleia também festejou a manifestação de apoio do Papa Francisco a Lula, que lhe enviou um rosário, entregue na sede da Polícia Federal, na capital paranaense, onde encontra-se preso há 67 dias.

Durante encontro com jovens brasileiros, em Roma, o pontífice, sem citar o Brasil, declarou: “Criam-se condições obscuras para condenar uma pessoa. A mídia começa a falar mal dos dirigentes, e com a calúnia e a difamação essas pessoas ficam manchadas. Depois chega a Justiça, as condena, e no final, se faz um golpe de Estado”, explicou o chefe da Igreja Católica no mundo.

O encontro do PCdoB, que fez a entrega da Carta de Compromisso dos Candidatos, contou com a presença dos deputados estaduais Zó, Fabrício Falcão e Bobô; dos federais Davidson Magalhães (presidente estadual), Alice Portugal e Daniel Almeida, do secretário estadual Vicente Neto (Setre), da vereadora Aladilce Souza, dos ex-estaduais Álvaro Gomes e Zé das Virgens, além dos postulantes em outubro e de lideranças dos movimentos sindical e popular.

Foto: Sandra Travassos/ALBA




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *