20 de julho de 2018
  • :
  • :

Estudantes visitam espaços de Salvador relacionados à Independência da Bahia

Estudantes visitam espaços de Salvador relacionados à Independência da Bahia

Na Bahia, a luta pela independência iniciou antes da brasileira e só concretizou quase um ano depois do dia 7 de setembro de 1822. Ao contrário da pacífica proclamação às margens do Rio Ipiranga, milhares de pessoas morreram em batalhas, na terra e no mar, para acontecer a Independência da Bahia, em 02 de julho de 1823.

No clima de comemoração e reflexão dessa independência, alunos de escolas de Pirajá, em Salvador, “revivem” a história com uma aula pública ministrada pelo professor e pesquisador da independência da Bahia, Marcelo Siquara. A atividade faz parte do projeto Rota da Independência, promovido pelo Centro de Memória (CMB), órgão da Fundação Pedro Calmon/SecultBA.

Cerca de 150 alunos, no dia 18 de junho, irão percorrer a rota: O Desfile Patriótico em lugares históricos da cidade de Salvador, relacionados a entrada das tropas patrióticas na Bahia e aos festejo do Dois de Julho. O desfile passará pelo Panteão Patriótico, no Bairro de Pirajá; pelo Pavilhão Patriótico, na Lapinha; pela Praça da Piedade; e pelo Monumento ao Dois de Julho, no Campo Grande. O início e encerramento da atividade serão no Colégio Estadual Alberto Santos Dummont.

“Sair de espaços fechados e vivenciar locais onde foram travadas batalhas pela Independência da Bahia, possibilita vivenciar e incentivar a imaginação dos estudantes com vivências concretas”, disse Siquara. Ainda de acordo com ele, “essa ação faz uma ponte com o passado, trazendo uma ressignificação de lugares que, às vezes, se transita pela cidade e não conhece a história do lugar, além de valorizar a identidade da Bahia”, acrescentou.

Confira o roteiro completo:

8h – Saída: Colégio Estadual Alberto Santos Dummont (Pirajá – Salvador);
8h30 – 1ª Parada – Panteão Patriótico (Pirajá – Salvador);
10h – 2ª Parada – Pavilhão Patriótico (Lapinha – Salvador);
11h10 – 3ª Parada – Praça da Piedade;
12h10 – 4ª Parada – Monumento ao Dois de Julho – Campo Grande;
13h30 – Encerramento: Colégio Estadual Alberto Santos Dummont (Pirajá – Salvador);

CMB – O Centro de Memória da Bahia (CMB), unidade da Fundação Pedro Calmon/Secretaria de Cultura do Estado (FPC/SecultBA), tem como objetivo a difusão da história da Bahia, através da preservação e ordenação de arquivos privados e personalidades públicas, bem como a realização de exposições, seminários e cursos de formação gratuitos. Entre suas funções, é responsável pelo Memorial dos Governadores Republicanos da Bahia (MGRB), localizado no Palácio Rio Branco, no Centro Histórico de Salvador.

Foto: Eloi Correa/GOVBA




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *