20 de julho de 2018
  • :
  • :

Udacity lança curso online para MEIs brasileiros

Udacity lança curso online para MEIs brasileiros

O Brasil já passou a marca de 7 milhões de microempreendedores individuais, de acordo com o Sebrae. Até o final do próximo ano, há a expectativa ousada de chegar a 12 milhões de MEIs. Essa formalização empresarial, voltada a quem trabalha por conta própria e fatura até 81 mil reais por ano, vem atraindo cada vez mais negócios, interessados em fornecer serviços a uma fatia crescente da população brasileira.

O movimento inclui a Udacity, plataforma de cursos online criada nos Estados Unidos e posicionada como a “universidade do Vale do Silício”. O site acabou de lançar seu primeiro curso voltado a microempreendedores do mercado brasileiro, chamado Nanodegree Negócios Digitais, com uma metodologia baseada em projetos.

A expectativa é acrescentar 150 inscrições ao quadro atual de sete mil estudantes ativos da Udacity no Brasil. A plataforma possui 50 mil alunos pelo mundo.

Nanodegree Negócios Digitais – A demanda por um curso voltado a empreendedores foi identificada por meio de outro nanodegree, de Marketing Digital, que contava com muitos alunos donos de negócios. Vários conteúdos do nanodegree foram usados para criar novas aulas, mais focadas nos empreendimentos.

Com duração de dois meses, o Nanodegree Negócios Digitais ensina como abrir seu próprio negócio; métodos para criar uma presença digital consistente, com estratégias de marketing digital no Facebook e no Google AdWords; técnicas de vendas; e regulamentações vigentes no país.

“O empreendedorismo é uma opção de carreira cada vez mais buscada dentro de fora do Brasil. O que mais chama a atenção no país é o surgimento dos primeiros unicórnios brasileiros – como Nubank e 99 -, que aumentam as oportunidades de investimento para todos os empreendedores do país. Há diversas possibilidades de expandir e crescer no mercado: aceleradoras, investimento anjo, parcerias governamentais, incubadoras, venture capitals e até mesmo realizar um crowdfunding para arrecadar fundos”, escreve a Udacity no descritivo do curso.

De acordo com Renata Goldfarb, gerente responsável pelos cursos de negócios da Udacity, a ideia é atender tanto quem já se formalizou como MEI, mas ainda está focado na divulgação exclusivamente boca a boca, quanto quem ainda planeja abrir uma empresa. “São pessoas que talvez já tenham um negócio paralelo ao seu trabalho ou algum talento e enxergam cada vez mais a possibilidade de desenvolver sua ideia.”

É preciso ter acesso a um computador, além de uma conta no Gmail e no Facebook. Além disso, noções computação a navegação na internet são desejáveis.

O Nanodegree Negócios Digitais é feito em parceria com empresas referências no atendimento aos microempreendedores individuais, como a plataforma de contabilidade Contabilizei e o site de administração de pendências empresariais SmartMEI. Elas ajudarão a escrever o conteúdo disponibilizado no curso.

Os aprendizados e avaliações serão feitos por meio de projetos. O aluno poderá, por exemplo, construir uma primeira versão de e-commerce por meio de uma lojinha online no Facebook ou Instagram, ou preparar a pesquisa de registro e verificar qual o enquadramento jurídico que melhor se aplica ao estágio do seu negócio.

O trabalho dos estudantes é revisado por empreendedores, fora o acompanhamento constante de monitores por chats, fóruns e e-mails.

As inscrições vão até 16 de julho, sendo que as aulas começam no dia seguinte. A expectativa é atingir 150 alunos. O custo é de 600 reais à vista, ou seis vezes de 109 reais.

Histórico – O Nanodegree Negócios Digitais não é a primeira aposta da plataforma no empreendedorismo por aqui, porém. A Udacity já lançou anteriormente um curso voltado a startups nacionais, chamado Nanodegree Startup Founder. Essas primeiras aulas receberam 600 candidaturas e 80 estudantes foram selecionados.

“Temos uma expectativa maior para o novo curso, uma vez que ele é a porta de entrada para quem está começando e, algum dia, pode ir para o curso de startups”, afirma Goldfarb.

Os dois cursos são os primeiros da Udacity com foco em quem tem um negócio e ambos só existem no Brasil. Agora, a plataforma planeja levar o Startup Founder à sua terra natal.

Criada nos Estados Unidos em 2011, a Udacity chegou a terras brasileiras apenas em 2016. Fundada por Sebastian Thurn, professor da Universidade de Stanford e ex-funcionário do Google, a plataforma foi considerada uma das 50 empresas mais “inteligentes” pelo MIT Technology Review, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts. “Inteligente” no sentido de combinar inovação com um modelo de negócios eficiente.

O site se destaca por oferecer cursos onlines rápidos (as chamadas “nanocertificações”) sobre temas inovadores, como ciência de dados, carros autônomos, inteligência artificial, marketing digital e programação.

O conteúdo é produzido em parceria com empresas como Amazon, Facebook, Google e IBM e é ensinado por meio de projetos, que depois são revisados por especialistas – algo que, como descrevemos, acontecerá também no Nanodegree Negócios Digitais. Aprender habilidades de alta demanda junto a empresas de referência, segundo Goldfarb, é o diferencial da Udacity para outros sites de cursos online.

Hoje, a Udacity possui 50 mil alunos ativos ao redor do mundo, sendo que sete mil estão no Brasil. A meta para o próximo quadrimestre, que vai de julho a setembro, é ter um crescimento de 40% sobre o quadrimestre anterior, que foi de abril a junho deste ano.

A Udacity já teve quatro mil brasileiros graduados em seus cursos Nanodegree e, para 2018, espera chegar a 10 mil deles. Para isso, a estratégia é investir em públicos com grande potencial – como os empreendedores.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *