19 de outubro de 2018
  • :
  • :

Croácia afasta auxiliar técnico após vídeo sobre a Ucrânia

Croácia afasta auxiliar técnico após vídeo sobre a Ucrânia

A Federação Croata de Futebol (HNS) anunciou nesta segunda-feira que vai descredenciar e afastar o ex-jogador e atual observador técnico da delegação Ognjen Vukojevic. O motivo foi o vídeo de apenas nove segundos, em que Vukojevic o zagueiro Domagoj Vida dão breves saudações à Ucrânia, o país em que jogaram juntos no Dínamo de Kiev.

Gravado e divulgado após a vitória nos pênaltis por 4 a 3 sobre a Rússia, o vídeo gerou polêmica ao exaltar o país vive em crise com os russos desde 2014, por conta de brigas políticas e territoriais. Por outro lado, a federação croata poupou o zagueiro Vida e não anunciou qualquer punição ao jogador.

Assista ao vídeo polêmico:

A Fifa já avisou que está investigando as imagens para decidir sobre a aplicação de punições ao zagueiro Vida. Se for punido, Vida poderia pegar dois jogos de suspensão e ficar fora de semifinal e eventual final da Copa do Mundo, caso a Croácia supere a Inglaterra. No entanto, em caso semelhante no próprio Mundial 2018, quando Shaqiri e Xhaka, atletas de origem kosovar, comemoraram os gols da Suíça contra a Sérvia fazendo referência à bandeira da Albânia, a Fifa decidiu apenas por multá-los.

Em nota no site oficial, a federação diz que “Ognjen Vukojevic e Domagoj Vida pedem desculpas por suas declarações, que não pretendiam ter conotações políticas, mas que infelizmente deixaram margem para tais interpretações”.

A Federação Croata divulga também uma nota em que divulga um pedido de desculpas ao povo russo de Vukojevic , que diz na carta que entende e respeita o afastamento, e que “não gostaria de ser um fardo para a seleção, especialmente antes da partida tão especial quanto a semifinal da Copa”.

Confira a nota na íntegra:

“Eu entendo e respeito a decisão da Federação Croata de Futebol. Eu nunca gostaria de ser um fardo para a seleção, especialmente antes da partida tão especial quanto a semifinal da Copa do Mundo, quando a equipe está concentrada. Minhas declarações realmente não tinham a intenção de ter qualquer conotação política, e minha única intenção era agradecer meus amigos na Ucrânia por seu apoio e agradecer ao meu clube, o Dínamo de Kiev, por me permitir participar da Copa do Mundo.

No entanto, entendo que minhas declarações, infelizmente, poderiam ter sido interpretadas de forma diferente, por isso sinto muito. Peço desculpas ao público russo se eles entenderam minhas declarações dessa maneira. Estou extremamente orgulhoso do que a Croácia fez até agora na Rússia e desejo boa sorte aos rapazes para o resto do torneio. Eu serei seu maior fã até o fim!




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *