20 de julho de 2018
  • :
  • :

Região Metropolitana de Salvador registra 16 homicídios no fim de semana

Região Metropolitana de Salvador registra 16 homicídios no fim de semana

Em cerca de 43 horas, da madrugada de sábado (7) até a noite de domingo (8), a Secretaria de Segunça Pública da Bahia (SSP-BA) registrou 16 homicídios em Salvador e região metropolitana. A média é de 2,6 mortes por hora.

A maioria das vítimas foi assassinada no sábado, 10 homens e uma mulher. Nove vítimas foram identificadas, entre elas os irmãos assassinados em frente a um mercado, no bairro de Valéria. Já no domingo, cinco pessoas foram assassinadas.

Assim como no sábado, a maioria das vítimas do domingo são homens: quatro. Segundo a SSP, o número de pessoas assassinadas no final de semana está dentro da média registrada pelos órgãos de segurança, que é de 12 mortes.

A maior parte das vítimas tem idades entre 18 e 30 anos, e foram assassinadas em bairros periféricos da capital baiana, como São Cristóvão, Calçada, Periperi, Valéria e Cajazeiras.

Do total de 16 pessoas mortas, somente três não foram identificadas. No sábado, um homem foi encontrado morto no Km-74 da BA-099, que fica no município de Mata de São João, região metropolitana, e uma mulher no bairro de Periperi, em Salvador.

Já no domingo, outro homem foi achado morto no bairro da Calçada, também na capital.

Crimes passionais – Dois casais foram encontrados mortos no domingo em Salvador. O primeiro caso aconteceu no bairro do Costa Azul. Alfons Ludwig Boness, de 72 anos, foi morto a facadas pela companheira, Sônia Souza Soares, de 74, dentro de um quarto de motel. Ela se matou depois do crime.

Já no bairro de São Cristóvão, outro casal foi achado morto com marcas de tiros dentro de um supermercado, na tarde de domingo. Informações preliminares apontam que o segurança de uma empresa terceirizada que presta serviço à rede de supermercados teria atirado contra a namorada e depois se matado.

De acordo com a SSP, as mortes de Alfons Boness e da mulher no supermercado são contabilizadas como homicídios. Já os suicídios não entram no boletim, pois a SSP segue a nomeclatura de CVLIs (homicídio, latrocínio e lesão dolosa) do Ministério da Justiça.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *