21 de outubro de 2018
  • :
  • :

Abase quer espaço para produtos da agricultura familiar nos mercados

Abase quer espaço para produtos da agricultura familiar nos mercados

A força da agricultura familiar, responsável por 44% de tudo que se produz na agropecuária baiana, ganha um novo impulso no Estado. Durante a realização da SuperBahia, maior feira do setor supermercadista do Norte-Nordeste do Brasil, será lançado o Selo Supermercado Amigo do Agricultor. O evento ocorre de 17 a 19 de julho, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Segundo Joel Feldmam, presidente da Associação Bahiana de Supermercados (Abase), promotora do evento, juntamente com o Sindicato dos Supermercados e Atacados de Auto Serviço do Estado da Bahia (SindSuper), a iniciativa pretende estimular que cada unidade de varejo de alimentos da Bahia, de pequeno a grande porte, tenha um espaço dedicado aos produtos da agricultura familiar.

“Este setor agrega mais de 700 mil famílias em todo o Estado, segundo o IBGE, gerando emprego e renda. Não podemos fechar os olhos para a pujança deste mercado e para o fato de que é necessário abrir oportunidades para estes agricultores”, diz Feldmam. O supermercadista que adotar a ideia, vai receber o selo como forma do consumidor identificar que se trata de uma empresa que colabora com a agricultura familiar

Durante o evento, os agricultores terão um espaço para apresentar seus produtos e negociar diretamente com empresários do setor de todo o Nordeste. Na mesa de negociações, produtos como farinha de mandioca, massa de tapioca, banana chips, cafés especiais, frutas desidratadas, barra de cereal, iogurte, queijo de cabra, néctar de frutas, chocolates, mel, cachaça, doces , geleias, flocão e mingau de milho, feijão, polpas de frutas, dentre outros. A feira terá a presença de 23 cooperativas de agricultura familiar e mais de 60 expositores, além de uma centena de marcas nacionais e internacionais. “É uma oportunidade única de se tratar diretamente com os supermercadistas”, destaca o presidente da Abase.

As grandes redes que atuam na Bahia, como Atacadão, Walmart e Pão de Açúcar já são clientes das cooperativas de agricultura familiar. O Walmart, por exemplo, possui o Clube dos Produtores, que reúne cerca de 6.500 pequenos produtores rurais em todo o Brasil que vendem diretamente para a empresa, abastecendo 15% do seu setor de hortifruti.

Segundo a pesquisa do IBGE, as famílias de agricultores e agricultoras do Estado são responsáveis pela produção de 77% dos alimentos que chegam à mesa dos baianos. “Queremos utilizar a força do nosso segmento para impulsionar este setor tão importante para nossa economia”, disse Feldmam. A iniciativa conta com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), do Governo do Estado, que apoia as organizações produtivas da agricultura familiar para que seus produtos possam ser posicionados em novos mercados, aumentar a comercialização e, consequentemente, a renda dos agricultores e agricultoras familiares.

Segundo Elisabete Costa, diretora de Agregação de Valor e Acesso a Mercado da Superintendência de Agricultura Familiar (SUAF), da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), o potencial produtivo da agricultura familiar da Bahia está inserido no circuito de grandes redes atacadistas: “A Superbahia é mais um espaço para mostrar a qualidade dos produtos que vêm do rural baiano. Além disso, os representantes das cooperativas tem a oportunidade de fazer contatos e expandir mercado”, disse ela.

Foto: Manuela Cavadas/Divulgação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *