22 de outubro de 2018
  • :
  • :

Aulas do programa Mar Azul são iniciadas na Costa de Camaçari

Aulas do programa Mar Azul são iniciadas na Costa de Camaçari

Voltadas para a capacitação de pescadores artesanais e visando transferir tecnologia para o desenvolvimento da pesca oceânica de média escala, as aulas do projeto Mar Azul já foram iniciadas. Neste primeiro momento, são contemplados 18 alunos, divididos em duas turmas, de diversas localidades da Costa de Camaçari, que são pescadores ou possuem relação com a pesca no município e estejam em situação de vulnerabilidade social.

A capacitação começou no último final de semana, com aulas de: Boas Práticas na Higiene e Manipulação de Pescados; Navegação eletrônica GPS, Ecosonda e Rádio; e Primeiros Socorros e Mecânica Diesel Básica.

Já a partir da próxima segunda-feira (6/8), acontece o início do treinamento prático, que será realizado no Barco Escola, em Itacimirim. A primeira turma, com nove tripulantes, passará 10 dias em alto mar aprendendo a prática da pesca em espinhel, a chamada pesca oceânica. Após o desembarque da 1ª turma, a 2ª será embarcada.

O projeto de capacitação é o primeiro do programa Mar Azul, que beneficiará, no total, 60 homens. A duração é de seis a oito meses e está dividido em cinco etapas: curso teórico com internação no barco escola; prática com dois períodos de 10 dias embarcado; confecção de espinhel (aparelho de pesca que consiste numa corda comprida ao longo da qual são fixadas, de distância em distância, linhas munidas de anzóis); curso de Aquaviário, ministrado pela Marinha do Brasil; e arrendamento de embarcações para a tripulação formada, que será composta pelos melhores alunos.

O programa é uma realização da Prefeitura de Camaçari, através da Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pesca (Sedap), que salienta a reinserção social de dois jovens do Centro de Recuperação Gerando Vidas, de Barra do Pojuca, que mostraram interesse em participar da capacitação, o que demonstra o aspecto inclusivo do programa.

Durante o período de capacitação, os inscritos, além das aulas, terão acesso à alimentação, participação nos lucros sobre a produção de pescado durante o treinamento, equipamentos de proteção individual, material específico para pesca de espinhel pelágico e de fundo, e a garantia de composição da tripulação dos barcos arrendados pelos melhores alunos.

Foto: Tiago Pacheco/Ascom-PMC




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *