4 de agosto de 2020
  • :
  • :

Trump quer mais rigor em vetos para estrangeiros após ataque a Nova Iorque

Trump quer mais rigor em vetos para estrangeiros após ataque a Nova Iorque

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ordenou, na noite de terça-feira (31), que se “endureça” os vetos a cidadãos estrangeiros depois de ser divulgado que o autor do atentado que deixou oito mortos em Nova York é um imigrante do Uzbequistão.

“Acabo de ordenar ao [Departamento de] Segurança Nacional que endureça nosso programa de vetos, que já é extremo. Ser politicamente correto é bom, mas não para isto!”, afirmou o presidente, através de uma mensagem no Twitter. Trump não quais medidas serão tomadas e, até a manhã desta quarta-feira, a Casa Branca não tinha divulgado detalhes.

Pouco antes, o presidente tinha se referido ao Estado Islâmico (EI) em outra mensagem, apesar do grupo terrorista não ter reivindicado, por enquanto, o ataque em Nova York. “Não devemos permitir que Estado Islâmico volte, ou entre, em nosso país depois de derrotá-los no Oriente Médio e em outros lugares”, afirmou Trump.

Tentativas – O presidente americano tentou restringir várias vezes por decreto a entrada nos Estados Unidos de estrangeiros de vários países, principalmente muçulmanos, e de refugiados. As decisões foram bloqueadas pela justiça americana. Em junho, a Corte Suprema dos Estados Unidos autorizou aos serviços de imigração americanos uma revisão dos procedimentos e métodos de verificação dos viajantes.

Na semana passada, a Casa Branca anunciou que voltaria a aceitar a entrada de refugiados no território, depois de quatro meses de suspensão, segundo a Rádio França Internacional. A medida, entretanto, não se aplica a cidadãos de 11 países considerados de “alto risco”: Egito, Irã, Iraque, Líbia, Mali, Coreia do Norte, Somália, Sudão do Sul, Sudão, Síria e Iemên.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *