29 de fevereiro de 2020
  • :
  • :

#CarnavalElesPorElas da ONU Mulheres alerta para assédio sexual no Carnaval

#CarnavalElesPorElas da ONU Mulheres alerta para assédio sexual no Carnaval

Em tempos de Carnaval, as denúncias de assédio sexual aumentam significantemente no Brasil. Muitos desses casos de assédio são consequência de uma cultura em que os homens não escutam as mulheres. Foi com o objetivo de jogar luz sobre esse problema que a ONU Mulheres, com o suporte do Comitê Nacional Impulsor ElesPorElas HeForShe, criou a campanha “Respeita as mina. É simples.”O slogan foi inspirado na campanha de enfrentamento à violência contra as mulheres da Secretaria de Políticas para as Mulheres do Estado (SPM), que apoia a ação, e está sendo viabilizada com a criação da agência de publicidade Heads Propaganda; com o patrocínio da Atento, da Avon e da Itaipú Binacional; e como apoio do Museu de Arte Moderna de São Paulo, do Brasília Cidadã e do Metrô-DF.

A campanha #CarnavalElesPorElas foi criada como parte do movimento global de solidariedade pela igualdade de gênero ElesPorElas HeForShe para falar diretamente com os homens e mostrar que a responsabilidade do assédio nunca é da vítima, mas sim do assediador.

A ONU Mulheres espera, dessa forma, provocar uma reflexão dos homens sobre suas atitudes e comportamentos durante as festividades, para que a cultura do assédio não seja reproduzida, normalizada ou tolerada. “O Carnaval é um momento de diversão para todas e todos, mas infelizmente a realidade é que os espaços ainda não são seguros para que as mulheres possam se divertir sem medo de violência. Para tanto, é preciso que os homens abandonem comportamentos nocivos que perpetuam a violência e isso requer que eles respeitem as mulheres”, disse Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres no Brasil.

A secretária de Políticas para as Mulheres da Bahia, Julieta Palmeira, disse que é uma honra para o Governo do Estado, por meio da SPM, ser parceiro da ONU Mulheres em ações de combate à violência de gênero e inspirar a instituição com o slogan da campanha do carnaval 2018. Pelo segundo ano, a SPM lançou a campanha Respeita as Mina, desta vez com mensagens para marcar a diferença entre a paquera e o assédio.

“É o Pode/Não Pode da Respeita as Mina. Na boa, pode. À força, não pode. Olhar pode, constranger não pode”, acrecentou a secretária Julieta, utilizando algumas frases divulgadas na campanha.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *