30 de março de 2020
  • :
  • :

Mulher que agrediu Olívia Santana é presa e liberada após pagar fiança de R$ 3 mil

Mulher que agrediu Olívia Santana é presa e liberada após pagar fiança de R$ 3 mil

Uma das mulheres que agrediu neste sábado (3) a secretária de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Olívia Santana (PCdoB), foi solta após pagar fiança de R$ 3 mil. Uma outra, identificada como Neilda Giroldelli, também responsável pelos atos discriminatórios, continua presa.

O episódio ocorreu durante um evento no Hotel Catussaba e, segundo relato de Olívia no Facebook, uma mulher se aproximou de Olívia para cumprimentá-la. “Ela apertou fortemente a minha mão ignorando meus apelos para que soltasse. Disse em tom de acusação que sou uma ‘comunistaʹ e por isso não deveria estar no Hotel Catussaba. Gritava que eu tinha que voltar para a favela”, relatou.

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) foi acionado pela secretária e presidente municipal do PCdoB, Olívia Santana para apurar o caso de discriminação sofrido por ela. O MP deverá acompanhar o inquérito judicial que vai apurar a ocorrência.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *