5 de abril de 2020
  • :
  • :

Mesmo afastado do TCM-BA, Negromonte terá salário de R$ 26 mil

Mesmo afastado do TCM-BA, Negromonte terá salário de R$ 26 mil

Afastado do cargo de conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) após decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Mário Negromonte terá direito a permanecer com o salário que recebe pelo posto.

De acordo com o site da Corte, a remuneração líquida do ex-ministro das Cidades gira em torno de R$ 26 mil. Bruto, o valor passa dos R$ 30 mil. Recebe R$ 9 mil em “outras vantagens” e é deduzido, em média, de R$ 13 mil por mês.

Segundo a assessoria do TCM, contatada pelo Metro1, a notificação do STJ foi recebida nesta quinta-feira (22). Negromonte, apesar de manter o salário, fica impedido de adentrar ao prédio do TCM. Perde também outros benefícios, como auxílio-combustível.

Ele será substituído, até o fim das investigações, por um servidor de carreira da casa, que exercerá a função de conselheiro. De acordo com a assessoria do TCM, o nome ainda não foi definido, mas há um sistema de “rodízio” no tribunal, pois, eventualmente, os membros do Pleno saem de férias ou se afastam por motivos diversos.

O ex-presidente estadual do PP virou réu a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) por corrupção passiva. Ele é acusado de receber R$ 25 milhões em propinas, em 2011, para beneficiar empresas do setor de rastreamento de veículos. A informação foi concedida por delação premiada do doleiro Alberto Youssef, que disse ter negociado diretamente a proposta de vantagem indevida.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *