6 de abril de 2020
  • :
  • :

Tite quer Seleção forte independente de nomes

Tite quer Seleção forte independente de nomes

A Seleção não terá Neymar para o jogo contra a Rússia nesta sexta-feira (23), às 13h (horário de Brasília), nem nos dois últimos amistosos – contra Áustria e Croácia – antes da convocação para a Copa do Mundo. O problema se transforma em oportunidade para testar a equipe sem seu principal jogador às vésperas do Mundial.

Nas palavras de Tite, o importante é que a equipe seja forte independente de nomes. Mas também faz questão de tirar a pressão sobre Douglas Costa, que vai jogar no lugar do atacante do Paris Saint-Germain contra a Rússia, na próxima sexta, em Moscou.

“O Neymar é insubstituível. Pelo alto nível e qualidade que tem, pelo Top 3 que é. O Douglas Costa não vai substituir o Neymar, vai ser Douglas Costa. Temos que assumir responsabilidade de ser forte enquanto equipe. Não posso colocar nas costas do principal atleta, do mais midiático, a solução das coisas. Kaká disse que foi considerado melhor do mundo porque a equipe estava muito bem. O último Bola de Ouro brasileiro, mas fala da força da equipe, é grandeza. Neymar será forte se a equipe for forte. Não gostaríamos que ele tivesse isso, nem ele, nem Filipe Luís, nem Alex Sandro, fora por se machucarem”, resumiu Tite.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *