6 de dezembro de 2019
  • :
  • :

NBB: Universo/Vitória estreia neste domingo nos playoffs

NBB: Universo/Vitória estreia neste domingo nos playoffs

O Universo/Vitória estreia neste domingo (31), nos playoffs do Novo Basquete Brasil (NBB) sem desfalques e focado em melhorar o rendimento em quadra. Nos últimos cinco jogos, venceu apenas um, se classificando em 8º lugar para encarar o Minas, 9º colocado no NBB, às 14h, na Arena Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte (MG).

A única pendência havia sido Murilo Becker, que foi poupado no último jogo, em que o rubro-negro baiano perdeu para o Flamengo por 75 a 89. “Ele estava com uma dor no peito, tinha tomado uma pancada e a gente achou melhor poupá-lo”, explicou o técnico Régis Marrelli.

A maior preocupação confessada por Marrelli é quanto as falhas detectadas em sua equipe antes do mata-mata. “Precisamos de uma mudança de atitude, principalmente defensiva. Os jogadores precisam estar mais confiantes no ataque”, afirmou o treinador, citando ainda o mau aproveitamento de dois pontos, considerado “muito ruim nos últimos dois jogos”.

Problema mental – O índice nesse fundamento foi de 35%, em bolas consideradas fáceis. “É um problema muito mais mental, porque de falta de treinamento não é, nem de condição física. É de confiança. Tem que estar num bom momento”, ponderou.

Os reveses nas últimas partidas deixaram claro a necessidade de ajustes, principalmente na defesa. “A gente está muito abaixo do que pode render e se não render mais fica difícil o playoff. Precisamos subir nosso nível, principalmente na defesa”, reforçou Marrelli.

Sobre o adversário, que esteve entre o Minas ou Pinheiros até a última rodada, o Minas é considerado menos perigoso para uma estreia no mata-mata. “Mas a gente não escolhe adversário”, ponderou.

O mando de quadra é uma vantagem sempre, conforme se destacou o time baiano.

No confronto direto, o Vitória bateu o Minas duas vezes: a vitória por 82 a 57 em Cajazeiras, e também fora de casa, por 78 a 80, em Belo Horizonte.

Por último, Marrelli comentou a classificação em oitavo lugar, inferior ao sétimo da temporada passada. “Acho que podia ficar entre o sexto e nono lugar. Salvo engano, uma vitória a mais, a gente pularia para sexto. Qualquer desses lugares poderia ser melhor ou pior também. O que me importa realmente é apresentar um bom basquete para chegar bem no playoff”, finalizou.

Outro ‘NBB’ – O armador Kenny Dawkins e o pivô Murilo Becker divergem em relação à posição que o time se classificou. “É justo sim (o oitavo lugar), agora é focar no nosso adversário e estudá-los para passar para a próximo fase”, disse o norte-americano Dawkins.

“Nós tínhamos condições de ter classificado numa posição melhor, mas acho que isso não chega a preocupar”, contrapôs o pivô Becker.

Assim como ocorreu na temporada anterior, a ideia assimilada pela equipe é que os playoffs representam outro campeonato. “Basta olhar os outros anos. Equipes favoritas as vezes caem nas quartas de final, por exemplo. Deu pra ver que nossa equipe tem potencial e chegou a hora de mostrar isso para torcida”, afirmou o pivô.

Além disso, o pivô lembrou que as equipes costumam se preparar de uma forma diferente nos playoffs. “Se fizermos uma boa fase final, acredito que ninguém lembre da posição na primeira fase”, concluiu Becker.

Foto: Maurícia da Matta/E.C.Vitória




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *