17 de julho de 2019
  • :
  • :

Gabriel Medina e mais três brazucas avançam em Pipeline

Gabriel Medina e mais três brazucas avançam em Pipeline

Nesta quinta-feira (13), o brasileiro Gabriel Medina surfou tubos e voou nos aéreos logo após seus oponentes competirem na pior hora do mar no Billabong Pipe Masters. Foi o primeiro passo na busca pelo bicampeonato mundial. Agora restam quatro baterias para passar, a da terceira fase, da quarta que classifica os dois primeiros colocados, depois ganhar nas quartas de final e nas semifinais também, para garantir o título por ele mesmo.

Filipe Toledo e Julian Wilson dividem o segundo lugar no Jeep Leaderboard e a única chance deles para entrar na lista dos campeões mundiais da World Surf League é chegar na final em Pipeline. Se Medina passar das quartas de final, já terão que vencer o Billabong Pipe Masters. Caso Filipe e Julian cheguem na final, o vencedor será o campeão mundial de 2018.

Filipe Toledo perdeu sua bateria e vai abrir a repescagem com o havaiano Benji Brand, mas o australiano Julian Wilson teve sorte para tirar a vitória de Tomas Hermes no último minuto.

Os outros brasileiros que passaram direto para a terceira fase foram o potiguar Italo Ferreira, o cearense Michael Rodrigues e o catarinense Yago Dora, que defende a última vaga para o CT 2019.

“A condição não é a ideal aqui e fiquei apenas tentando pegar muitas ondas. Estou feliz por ter vencido a bateria”, disse Gabriel Medina.

“As ondas hoje (quinta-feira) estão realmente desafiadoras lá dentro. É difícil saber quais serão boas e este ano vai ser um desafio, mas estou feliz por chegar no Havaí com uma pequena vantagem sobre os outros concorrentes ao título. Na verdade, estou realmente focado em mim mesmo. Sei que preciso fazer a final, então vou ficar focado em tentar fazer o meu melhor em cada bateria”, afirmou o campeão mundial de 2014.

Repescagem – Entre os onze titulares da “seleção brasileira”, com Miguel Pupo substituindo o campeão mundial Adriano de Souza, que está contundido, apenas quatro venceram suas baterias e sete terão que passar pela repescagem para chegar na terceira fase. A primeira rodada eliminatória do Billabong Pipe Masters, vai começar com Filipe Toledo tentando seguir na luta pelo título mundial contra o vice-campeão da triagem, Benji Brand.

O Billabong Pipe Masters em homenagem a Andy Irons está sendo transmitido ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo WSL e o Facebook Live da World Surf League. No Brasil, os canais ESPN e OFF também fazem uma cobertura exclusiva da decisão do World Surf League Championship Tour 2018 em Pipeline. A primeira chamada para a repescagem é as 7h30 da sexta-feira no Havaí, 15h30 no horário de verão do Brasil.

Foto: Ed Sloane/WSL




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *