21 de agosto de 2019
  • :
  • :

Rússia planeja estátua de Cristo em local reservado para monumento a Lenin

Rússia planeja estátua de Cristo em local reservado para monumento a Lenin

A cidade de Vladivostok, a maior do extremo oriente da Rússia, quer construir uma enorme estátua de Jesus Cristo no topo de uma colina anteriormente reservada para um monumento ao líder comunista soviético Vladimir Lenin.

Em 1972, as autoridades soviéticas ordenaram a construção de uma grande estátua de Lenin para ser colocada no local. Dificuldades com o planejamento, no entanto, fizeram com que os projetos fossem adiados repetidas vezes até serem finalmente descartados por volta de 1990.

Autorização – O site Aleteia informa nesta quarta-feira (20) que, embora a construção ainda não tenha sido autorizada pela Igreja Ortodoxa Russa, a perspectiva de uma grande estátua de Cristo com vista para o Oceano Pacífico deixou muitos católicos russos empolgados.

Os desenhos da estátua de Cristo – publicados pelos meios de comunicação russos – mostram que ela terá cerca de 40 metros de altura, medida equivalente ao Cristo Redentor do Rio de Janeiro.

Em entrevista à emissora russa Govorit Moskva, Gennady Tsurkov, chefe do centro de Vyatsky Posad, disse que a estátua foi inspirada por Iliy, um monge influente que é o conselheiro espiritual do Patriarca Kirill, chefe da Igreja Ortodoxa Russa.

“Ele realmente quer colocar uma estátua de Jesus Cristo como protetor de nossa Rússia a partir do leste”, disse Tsurkov. “Ele diz: ‘precisamos fazer mais alta (do que a estátua no Rio)’”.

Tsurkov explicou que a maior parte do financiamento do projeto viria de investidores privados, mas o custo total ainda precisa ser avaliado.

Oleg Kozhemyako, governador regional que preside Vladivostok, acrescentou que uma capela de tamanho modesto, que pode acomodar até 30 fiéis, está planejada para ser construída a uma curta distância do monumento.

Muitos têm questionado se o dinheiro não seria melhor gasto na infraestrutura do Estado. No entanto, como os fundos virão de fontes privadas, os investimentos não implicariam despesas públicas.

O site de Vyatsky Posad descreveu o monumento como um “símbolo da unidade do povo russo” que “abençoaria” os navios que saem e chegam à cidade portuária.

Foto: Divulgação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *