19 de abril de 2019
  • :
  • :

ACM Neto inaugura estátua de Mãe Stella de Oxóssi em Stella Maris

ACM Neto inaugura estátua de Mãe Stella de Oxóssi em Stella Maris

Três meses após a inauguração, a entrada da nova via de ligação ao bairro de Stella Maris ganha um imponente monumento que homenageia uma das mais importantes religiosas de Salvador e que dá nome à avenida: Mãe Stella de Oxóssi. A entrega, marcada por um misto de admiração e agradecimento pela peça artística, foi entregue nesta terça-feira (9) pelo prefeito ACM Neto.

Estiveram presentes no evento o vice-prefeito e secretário de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Bruno Reis; o presidente da Fundação Gregório de Mattos (FGM), Fernando Guerreiro; demais gestores municipais e vereadores. Também marcaram presença representantes do terreiro Ilê Axé Opô Afonjá, comandado por Mãe Stella por mais de quatro décadas, além da imprensa.

A iniciativa é parte integrante das comemorações pelo aniversário de 470 anos de Salvador. Com processo desenvolvido por meio da FGM, a peça conta com duas esculturas: um Oxóssi com 9 metros de altura, já incluindo o pedestal, que mede dois metros, e Mãe Stella sentada em um trono, em frente ao orixá, com 6,5 metros. As obras de arte são tão altas quanto os orixás do Dique do Tororó. O material utilizado para confecção do monumento é resina poliéster e aço.

O prefeito lembrou inicialmente a importância da nova avenida para a população, entregue em janeiro deste ano e que ajudou a resolver o problema do tráfego na região de Stella Maris e Praia do Flamengo, com reflexos na Avenida Luís Viana Filho (Paralela).

“Na ocasião, batizamos a avenida com o nome de Mãe Stella de Oxóssi e, agora, está sendo trazida essa escultura belíssima, que é a expressão de um importante contexto religioso da cidade. Uma homenagem à história dessa grande ialorixá que está no coração dos baianos, com peças feitas por Tatti Moreno, que é um dos principais artistas plásticos do país. Com certeza, acabará sendo mais um ponto de visitação da cidade, trazendo ainda mais beleza para essa região”, afirmou ACM Neto.

Visivelmente emocionado, Tatti Moreno relembrou que era bastante próximo da sacerdotisa e ficou feliz duplamente: com o nome da ialorixá na nova avenida e com o convite para fazer as esculturas. “Tive a honra de ter conhecido e convivido com Mãe Stella. Foram três meses de trabalho com o cuidado de dar o sangue para retratar o mais fielmente possível Mãe Stella, que foi uma grande mulher”, pontuou o artista plástico. A confecção da peça envolveu a participação de dez artistas, com trabalho realizado dia e noite.

Em nome da comunidade do tradicional terreiro, o presidente da Sociedade Cruz Santa do Ilê Axé Opô Afonjá, José Ribamar Feitosa, ressaltou a admiração em ver a religiosa tão fielmente retratada na escultura. “É uma emoção muito grande. Só tenho a louvar a sensibilidade da Prefeitura em manter a laicidade de Salvador e fazer dessa homenagem simbólica digna à nossa ialorixá, considerada um dos ícones da religião afrobrasileira”, completou.

Inspiração – A inspiração de fazer uma escultura pondo Mãe Stella sentada em um trono reproduz uma das icônicas poses da sacerdotisa nos dias em que ela comandou o Opô Afonjá. A estátua de Oxóssi, orixá da caça e dos animais selvagens, conta com acessórios como o ofá (arco e flecha), facão, espingarda, pólvora. Pesa cerca de uma tonelada e será pintada em dourado, azul, verde e branco.

O equipamento ainda conta com uma placa QR Code, instalada pela FGM em uma iniciativa do projeto #Reconectar. Com isso, a população pode acessar informações do monumento na palma da mão, bastando aproximar um celular ou tablet com leitor para esse tipo de código, que um link se abre dando acesso à ficha com os dados e um resumo sobre o personagem retratado na obra.

Foto: Valter Pontes/Secom-PMS




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *