20 de julho de 2019
  • :
  • :

Movimentação de contêiner por cabotagem tem aumento de 47% no Porto de Salvador

Movimentação de contêiner por cabotagem tem aumento de 47% no Porto de Salvador

A movimentação de contêiner por navegação costeira, conhecida como cabotagem, bateu recorde no Porto de Salvador. A atividade registrou o melhor desempenho mensal da história, em março, e no acumulado do primeiro trimestre do ano. No mês passado, foram movimentados 5.149 contêineres. Até então, o maior volume tinha sido registrado em agosto de 2018.

Em março, a movimentação entre o Porto de Salvador e os demais terminais do Brasil gerou um aumento de 47%. Os destaques foram a movimentação de polímeros, com alta de 210% e Siderúrgicos e Metalúrgicos, com 326%.

A escolha se dá pelo fato de que a cabotagem é uma opção mais segura, com menos chances de avarias e ainda pode representar uma redução de custos de até 30%. Só no primeiro trimestre de 2019, foram transportados 12.473 contêineres cheios, um aumento 22%, com relação ao mesmo período em 2018.

Movimentação geral – A movimentação geral de cargas em março teve alta de 21% em relação ao mesmo período de 2018. No fechamento do trimestre, o aumento foi de 11%, com 50.106 contêineres. As importações, em março, de peças e equipamentos, tiveram um aumento de 79%, enquanto que a borracha subiu em 60%, e os minérios em 56%.

No trimestre, os destaques foram para peças e equipamentos (+49%), produtos de varejo (+25%) e polímeros diversos (+20%).

Ainda sobre a consolidação da cabotagem, as frutas foram umas das principais cargas exportadas no primeiro trimestre de 2019, tendo um aumento de 38%, com relação ao ano anterior. Ao analisar somente o mês de março, a alta foi de 81%. A Europa foi o principal destino dos frutos do Vale do São Francisco.

Foto: Divulgação/CODEBA




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *