8 de dezembro de 2019
  • :
  • :

Bembé do Mercado de Santo Amaro é registrado como Patrimônio Cultural do Brasil

Bembé do Mercado de Santo Amaro é registrado como Patrimônio Cultural do Brasil

A festa Bembé do Mercado, que comemora o fim da escravidão e reforça a resistência dos povos negros há 130 anos na cidade de Santo Amaro, no recôncavo da Bahia, foi registrada como Patrimônio Cultural do Brasil nesta quinta-feira (13).

O título foi concedido pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), durante reunião realizada na sede do órgão, em Brasília.

Segundo o Iphan, o pedido de registro esperava decisão desde 2014, quando a celebração foi apresentada ao órgão pela Associação Beneficente e Cultural Ilê Axé Ojú Onirè. O grupo participou do encontro nesta quinta.

O Bembé do Mercado teve início em 1889, um ano após a abolição da escravatura. A celebração é realizada todo dia 13 de maio. Com base na religiosidade popular de matriz africana, a festa é reforçada pelos praticantes como um culto às divindades das Águas representadas por Iemanjá e Oxum, sendo também momento de agradecer a proteção individual e coletiva.

Além de Patrimônio Cultural do Brasil, conquistada nesta quinta, a celebração também é Patrimônio Imaterial da Bahia desde 2012, após decisão do governo do estado.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *