18 de julho de 2019
  • :
  • :

Diálogos mostram que Greenwald deve parcela pelo mandato de Jean Wyllys; confira

Diálogos mostram que Greenwald deve parcela pelo mandato de Jean Wyllys; confira

Da Redação (redacao@newsba.com.br)

Em uma série de diálogos divulgados nas redes sociais pelo perfil “Pavão Misterioso” (@PavaoOficialBr), é possível compreender que o jornalista Gleen Greenwald, responsável pelo site The Intercept Brasil que vem divulgando supostos diálogos da equipe da Lava Jato, está devendo dinheiro ao ex-deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), que renunciou ao seu mandato no início deste ano.

Com a renúncia de Wyllys, que dizia sofrer ameaças de morte no Brasil, assumiu o suplente David Miranda (PSOL-RJ), que é casado com Greenwald.

O perfil “Pavão Misterioso” (@PavaoOficialBr), que pertence a um suposto grupo hacker, se apresenta no Twitter da seguinte forma: “Trazemos a verdade em meio a um mundo dominando pela desinformação. Não adianta nos censurar! Somos como uma hidra! Sempre continuaremos na luta!”.

Seguem os diálogos:




Investigação – A pedido do deputado federal José Medeiros (Podemos-MT), a Polícia Federal vai apurar as suspeitas envolvendo a decisão de Jean Wyllys de abrir mão do mandato parlamentar para David Miranda.

O site O Antagonista informa que Medeiros enviou à PF, no mês de junho, um ofício em que relacionava a desistência do psolista às reportagens do site de Glenn Greenwald.

“Tais fatos não me parecem ser mera coincidência”, escreveu o parlamentar no documento, alertando para o que considera uma “invasão cibernética promovida e patrocinada por estrangeiros”.

No ofício, Medeiros também pediu a verificação de eventuais transferências de recursos de Greenwald para Wyllys.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *