19 de agosto de 2019
  • :
  • :

Deputados do DEM apostam em retomada do crescimento após aprovação da reforma

Deputados do DEM apostam em retomada do crescimento após aprovação da reforma

Os deputados federais baianos do Democratas acreditam que a retomada do crescimento econômico do Brasil será impulsionada com a aprovação da reforma da Previdência. Eles destacam que o texto, aprovado na noite de quarta-feira (10), ataca privilégios, protege os mais pobres e garante a sobrevivência da Previdência pública, além de auxiliar no equilíbrio fiscal do país.

“Confiamos no início de um novo tempo para o nosso país, com equilíbrio das contas públicas e retomada do desenvolvimento econômico, o que trará melhoria dos serviços públicos ofertados à população e a criação de milhares de empregos para os brasileiros”, afirmou o deputado Paulo Azi, presidente da legenda na Bahia.

O deputado Arthur Maia ressaltou que a aprovação do texto fecha um ciclo iniciado em 2017 e, agora, abre um novo. “Um ciclo que traz de volta a esse país as condições de investimento, de devoluções dos seus empregos para que possamos voltar a crescer”, disse.

Elmar Nascimento, líder da legenda na Câmara dos Deputados, lembrou que a proposta foi aperfeiçoada pela Câmara, com a retirada do BPC, da capitalização, da desconstitucionalização e das mudanças na aposentadoria rural, protegendo, assim, os mais pobres.

“Algumas profissões precisam de um tratamento especial e nós fomos sensíveis. Tivemos a capacidade de construir um texto de um destaque apresentado pelo PSL e pelo Podemos que vai atender aos policiais, que saem às ruas todos os dias sem saber se vão voltar. Tivemos a condição e a sensibilidade de conversar com as mulheres e entender o débito histórico que esse país tem com elas para estabelecer condições diferentes”, frisou.

Para Leur Lomanto Júnior, o Parlamento deu demonstração de grande responsabilidade com o país. “Aprovamos uma reforma que combate desigualdades, privilégios e é de fundamental importância para a retomada do crescimento econômico do nosso pais”, destacou.

Foto: Divulgação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *