18 de novembro de 2019
  • :
  • :

“Governador ganha fama por se ausentar de suas obrigações cívicas”, diz Targino

“Governador ganha fama por se ausentar de suas obrigações cívicas”, diz Targino

O deputado estadual Targino Machado (DEM) disse nesta quinta-feira (22) que “o governador Rui Costa parece sofrer de síndrome de pânico, por isso tem medo de ser vaiado”. Segundo Targino, somente isto poderia explicar a ausência do governador na Semana Latino-Americana e Caribenha sobre Mudança do Clima, realizada esta semana na capital baiana pelas Nações Unidas em parceria com a Prefeitura de Salvador.

“Mais uma vez a ausência de Rui Costa serviu para mostrar que temos na Bahia um governador inoperante, que preferiu se afastar de um evento internacional, abrindo mão de elevar o status da Bahia a um patamar de respeito perante as mais importantes nações do mundo”.

Na opinião de Targino, no entanto, a população da Bahia já está acostumada com a ausência do governador em suas vidas cotidianas. “De tanto estar ausente em suas obrigações básicas, sem conseguir garantir as necessidades da população no estado, em áreas como Saúde, Educação ou Segurança, o governador Rui Costa já ganhou fama de inoperante por se ausentar também de todas as suas obrigações cívicas. Com tudo isso, Rui já ganhou a alcunha de governador fujão”, ressaltou o deputado.

Ele lembrou, ainda, que Rui Costa fugiu este ano do desfile do Dois de Julho, não foi à inauguração do aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista e, agora, faltou também à Semana do Clima. É o medo de ser vaiado. Só pode ser isto”.

Foto: Divulgação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *