22 de novembro de 2019
  • :
  • :

Bahia registra aumento de 672% nos casos de dengue em 2019

Bahia registra aumento de 672% nos casos de dengue em 2019

A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) registrou 64.171 mil casos de dengue no estado só neste ano. O balanço, divulgado na última quarta (23), contabiliza dados coletados até 17 de outubro e, segundo informações da Sesab, representa um aumento de 672% em relação ao mesmo período do ano passado, quando apenas 8.312 mil casos foram notificados. No total, 381 municípios baianos tiveram notificações.

Até o momento, de acordo com a Sesab, foram notificados 78 óbitos por dengue, sendo que 29 foram confirmados laboratorialmente – 12 em Feira de Santana, 3 em Salvador, 2 em Paulo Afonso, 1 em Candeias, 1 em Rafael Jambeiro, 1 em Coração de Maria, 1 em Jacobina, 1 em Paripiranga, 1 em Presidente Dutra, 1 em Santo Antônio de Jesus, 1 em Simões Filho, 1 em Candiba, 1 em Camaçari, 1 em Mulungu do Morro e 1 em Euclides da Cunha.

Além disso, outros 32 óbitos foram descartados e 17 permanecem em investigação.

Até 19 de outubro, de acordo com a Sesab, foram notificados 584 casos suspeitos de sarampo no estado. Desse total, 310 foram descartados (53%), 23 foram confirmados (4%) e 251 (43%) permanecem em investigação.

Os casos confirmados no estado são 12 casos em Santo Amaro, 5 em Gandu, 2 em Ituberá, 1 em Jacobina, 1 em Palmeiras, 1 em Salvador e 1 em Andorinha.

Além dos casos confirmados entre residentes da Bahia, foram notificados 5 casos importados, entre não residentes do estado, sendo 2 em Caetité, 1 em Souto Soares, 1 em Salvador e 1 em Porto Seguro.

As faixas etárias de 5 a 9 anos de idade, 15 a 19 anos e 20 a 29 anos concentraram 52,1% dos casos confirmados de sarampo. A maior incidência foi na faixa etária de crianças menores de um ano (1,31casos /100.000 habitantes) e a maior proporção de casos confirmados foi no sexo masculino, com 17 casos (74%)

Em 2019, conforme a Sesab, foram notificados 7.764 mil de Chikungunya no estado. No mesmo período de 2018, foram notificados 4.205 mil ocorrência, o que representa um aumento de 84,6%.

No total, 200 municípios realizaram notificação para esse agravo. Até o momento, há registro de 8 óbitos por Chikungunya, sendo 2 em Feira de Santana (confirmados por critério laboratorial), 2 em Candeias (1 confirmado por critério laboratorial e 1 confirmado por critério clínico epidemiológico), 3 em Madre de Deus (confirmados por critério laboratorial) e 1 em Salvador (confirmado por critério laboratorial).

Em 2019, foram notificados 2.626 mil casos de Zika no estado. No mesmo período de 2018, foram notificados 1.316 mil casos, o que representa um aumento de 99,5%.

No total, 175 municípios realizaram notificação para esse agravo. Não há registro de óbitos pelo agravo neste período.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *