21 de novembro de 2019
  • :
  • :

Enem começa neste domingo com mais de 600 policiais federais na segurança

Enem começa neste domingo com mais de 600 policiais federais na segurança

Mais de 600 agentes e delegados da Polícia Federal atuarão neste domingo (3) em uma força-tarefa de combate a tentativas de fraude no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Segundo Alexandre Lopes, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o efetivo policial ainda vai contar com as polícias militares e bombeiros em todos os estados, que garantem tanto a escolta dos malotes de provas quanto a segurança nos locais de aplicação.

Os portões fecham às 12h de Brasília e as provas do primeiro dia serão de redação, linguagens e ciências humanas. O endereço do local de prova está disponível no “Cartão de Confirmação da Inscrição” na Página do Participante do Inep (https://enem.inep.gov.br/participante/). Para acessar o cartão, basta fornecer o número do CPF e a senha cadastrada na inscrição.

Em entrevista ao G1, Lopes fez um alerta a todos os candidatos: a partir de 2019, e por recomendação da própria Polícia Federal, os estudantes correm o risco de serem eliminados caso o telefone celular lacrado na sacola emita qualquer tipo de som.

“Eu sempre repito isso em todas as entrevistas porque realmente é uma novidade. É uma pena para o aluno. É a oportunidade do ano para ele conseguir acesso às universidades, a um curso superior. Ser eliminado porque tocou o despertador é cruel”, afirmou o presidente do Inep. “Isso foi uma sugestão da Polícia Federal. Ela faz essa análise de segurança durante todo o processo de elaboração da prova e também no dia da aplicação.”

Uma dica dada por ele é que os candidatos se certifiquem de que, além de o celular estar desligado, não exista qualquer despertador pré-programado para tocar sozinho, o que pode acionar alguns modelos de telefone.

Além da regra do celular, outra novidade é que as embalagens com alimentos passarão por revista de segurança. “Ele vai ser revistado para evitar que tenha cola dentro”, resumiu Lopes. Por isso, os candidatos não precisam se preocupar em portar alimentos em poter transparentes, já que eles poderão ser abertos pelos fiscais.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *