11 de agosto de 2020
  • :
  • :

Vitória comemora 33 anos do Barradão com jogo contra o CRB nesta terça

Vitória comemora 33 anos do Barradão com jogo contra o CRB nesta terça

Na última segunda-feira (11), o Estádio Manoel Barradas, mais conhecido pelos rubro-negros como Barradão, completou 33 anos e, nesta terça-feira (12), o time pode jogar a última pá de cal no fantasma do rebaixamento à Série C, resolvendo de uma vez por todas o problema. Basta vencer o CRB no jogo que começa às 19h15 e, além disso, torcer por derrota do Figueirense e tropeço do Vila Nova para que o clube fique livre para pensar em um 2020 melhor.

A seu favor, o técnico Geninho tem os retornos de Chiquinho e Wesley, recuperados de lesão e, mais importante do que isso, o seu estádio. A mudança temporária para a Fonte Nova passou longe de ajudar o rubro-negro. O último jogo do Vitória na Fonte Nova foi o frustrante empate em 2×2 contra o Sport, após o time sair ganhando por 2×0. A gota d’água, na Fonte, foi um banho de água geladíssima.

Foram quatro jogos no Barradão desde que foi interrompida a parceria com a Arena Fonte Nova. O Vitória venceu duas (Oeste, por 3×1, e Brasil de Pelotas, por 3×0), empatou uma (2×2 contra o Figueirense) e perdeu um único jogo, contra o Londrina (0x1).

Dos 41 pontos somados pelo clube na Série B, 24 foram dentro de casa, sendo que 22 foram conquistados dentro do Barradão. Na Fonte Nova, o time perdeu para o Guarani (0x1) e empatou com Atlético-GO (0x0) e Sport (2×2). O aproveitamento foi de 22%.

Se vencer nesta terça, o Vitória chega a uma marca expressiva: será o triunfo de número 450 dentro de seu estádio. O jogo contra o CRB será o de número 755 do Vitória no Barradão. São 449 triunfos, 165 empates e 140 derrotas. No Manoel Barradas, o Leão marcou 1.559 gols e sofreu outros 794.

Freguesia – O próximo adversário tem potencial para endurecer o jogo e tentar estragar a partida com potencial histórico. Isso porque o CRB é o time com a segunda melhor campanha como visitante nesta edição da Série B. O time do técnico Marcelo Cabo fez os mesmos 27 pontos que o Bragantino, só que marcou menos gols que os líderes do campeonato: 22 contra 21.

Contudo, os alagoanos nunca sentiram o gostinho de enfrentar o Vitória no Barradão e sair vencedor. Na verdade, a equipe de Maceió nunca venceu o rubro-negro fora de casa. São oito partidas, com sete triunfos do Leão e um empate. No Barradão, são cinco jogos e cinco vitórias do Leão.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *