24 de fevereiro de 2020
  • :
  • :

Justiça do Japão pede a prisão da mulher de Carlos Ghosn

Justiça do Japão pede a prisão da mulher de Carlos Ghosn

Esposa do ex-CEO da aliança Renault-Nissan, Carlos Ghosn, Carole Ghosn, se tornou alvo de um pedido de prisão, segundo a imprensa japonesa. Promotores de Tóquio emitiram o mandado contra ela por perjúrio (falso testemunho).

O casal está há uma semana no Líbano, depois que Carlos Ghosn fugiu do Japão, onde cumpria prisão domiciliar. Ele foi foi preso pela primeira vez em novembro de 2018, acusado de sonegação fiscal.

O porta-voz de Ghosn classificou o pedido de prisão como “patético”, segundo informou a agência Reuters. Em entrevista concedida em junho deste ano, Carole Ghosn afirmou que não via o marido havia meses e negou que fosse cúmplice, afirmando que era mera dona de casa.

Na quinta-feira (2), o Líbano anunciou que recebeu um pedido de prisão da Interpol contra Ghosn.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *