24 de setembro de 2020
  • :
  • :

Fonte será palco do primeiro BA-VI do ano neste sábado

Fonte será palco do primeiro BA-VI do ano neste sábado

Com aspirantes no Campeonato Baiano, janeiro passou e a dupla Ba-Vi parece ainda estar em ritmo de férias. A partida deste sábado (8), às 18h, na Arena Fonte Nova, é válida pela terceira rodada da Copa do Nordeste. Os três pontos em disputa podem até não ser decisivos para uma classificação ao final da primeira fase, que se estende por mais cinco rodadas, mas devem servir para esquentar o começo de temporada das equipes.

Entrar em campo distante do ritmo competitivo minimamente necessário custou caro ao Bahia. O time de Roger Machado foi surpreendido pelo River do Piauí e terminou eliminado ainda na primeira fase da Copa do Brasil. Prejuízo técnico e financeiro para o Esquadrão.

Antes do clássico, o presidente Guilherme Bellintani usou as redes sociais para comentar a eliminação. O cartola projetou uma “resposta” dentro de campo, já no Ba-Vi deste sábado. “A resposta será dada com ação, indignação e ambição. (…) Mobilização total para o Ba-Vi”, publicou.

Do outro lado do clássico, o Vitória tenta aproveitar esse momento de instabilidade do rival para levar a melhor. “O Bahia vai entrar um pouco mais pressionado pelo resultado inesperado. Essa equipe pode entrar altamente motivada ou, de repente, se tiver dificuldade no jogo, ela pode sentir essa pressão. Se o Vitória conseguir se impor, pode tirar proveito desse momento psicológico do Bahia”, disse Geninho, na coletiva de sexta-feira (07).

O Leão chega com mais moral, mas ainda em busca do primeiro triunfo em 2020. O renovado time rubro-negro empatou as duas partidas que fez até aqui na temporada.

Também pesa contra o time de Geninho o tabu de 12 jogos sem vencer o rival. A última vez que o Leão ganhou um Ba-Vi foi no começo de 2017, no jogo de ida da semifinal da Copa do Nordeste. Antes da partida decisiva, o treinador tentou minimizar a sequência negativa.

“Não é um tabu muito grande. É um tabuzinho só. No clássico, não existe favoritismo”, avaliou Geninho.

Os torcedores dos dois lados também esperam que o Ba-Vi funcione como ‘despertador’ para os reforços. Daniel e Clayson, titulares no Bahia, não mostraram o potencial esperado nos primeiros jogos. Situação semelhante à de Júnior Viçosa e Alisson Farias no ataque do Vitória.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *