9 de abril de 2020
  • :
  • :

Operação combate a pesca ilegal na Baía de Todos-os-Santos

Operação combate a pesca ilegal na Baía de Todos-os-Santos

A Polícia Federal, junto com a Companhia de Polícia de Proteção Ambiental da Polícia Militar(COPPA/PMBA), cumpre, na manhã desta quarta-feira (11), quatro mandados de busca em uma operação de combate a crimes de pesca ilegal na Baía de Todos-os-Santos, na região da Ilha de Itaparica.

Os mandados fazem parte da operação Kirymure, ação que tem como objetivo obter provas sobre a prática da pesca habitual com uso de explosivos na Baía, nas proximidades da localidade conhecida como Loteamento Porto Santo, na Ilha de Itaparica.

De acordo com a PF, a investigação foi iniciada a partir da divulgação de um vídeo, no final do ano de 2019, que mostra ao menos cinco pessoas praticando a pesca com explosivos na região, incluindo a captação do momento do arremesso e da explosão, que atingiu diretamente um cardume.

As investigações apontam que alguns dos responsáveis pela prática ilegal já foram identificados e suas residências são alvos de busca nesta quarta-feira.

A polícia destaca que a pesca com explosivos é atividade criminosa, prevista no art. 35, I, da Lei 9.605/1998 (Lei de Crimes Ambientais), com pena de reclusão de um a cinco anos, e também no art.16 do Estatuto do Desarmamento, com pena de reclusão de três a seis anos e multa.

Embora proibida, essa prática é ainda bastante utilizada na Baía de Todos-os-Santos, o que prejudica o meio ambiente marinho, impactando diretamente nas populações de peixes e de toda a vida marinha da Baía.

Além disso, acidentes com explosivos são rotineiros, provocando mutilações, queimaduras e outros danos aos próprios pescadores, ou mesmo a terceiros, como mergulhadores praticantes de pesca submarina ou mergulho autônomo e banhistas.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *