8 de abril de 2020
  • :
  • :

F-1 cancela GP da Austrália e Disney fecha parques nos EUA e na França

F-1 cancela GP da Austrália e Disney fecha parques nos EUA e na França

O Grande Prêmio da Austrália, que aconteceria neste fim de semana em Melbourne, foi cancelado devido à pandemia de coronavírus, adiando o início do campeonato mundial de Fórmula 1.

Após longas discussões entre as equipes, os organizadores, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e as autoridades locais, o cancelamento da corrida foi anunciado na manhã de sexta-feira (noite de quinta no Brasil), pouco antes do início dos primeiros treinos livres.

O decreto do primeiro-ministro do Estado de Victoria, Daniel Andrews, determinando que a prova seria disputada sem a presença do público no circuito de Albert Park, parece ter pesado na decisão.

Esse cancelamento foi anunciado horas depois da equipe da McLaren divulgar que um membro da equipe fora diagnosticado com coronavírus e que por isso não participaria do Grande Prêmio.

No momento já está decidido que a 2ª etapa do mundial, o GP do Bahrein, em 22 de março, será realizada sem público. O GP da China, que aconteceria em 19 de abril, foi adiado para uma data a ser determinada, e o GP do Vietnã, marcado para 5 de abril, permanece sob a mesma ameaça.

Disney – Os parques de diversões da Disney na Califórnia, Flórida e Paris fecharão suas portas ao público a partir deste fim de semana como medida de precaução diante do novo surto de coronavírus no país, informou o grupo nesta quinta-feira (12).

O complexo Disneyland Resort, localizado em Anaheim e que inclui hotéis e dois parques de diversões, será fechado de sábado até o final do mês, seguindo a recomendação do governo da Califórnia de suspender qualquer evento com mais de 250 pessoas para impedir a propagação do vírus.

“Preocupados com nossos visitantes e empregados, estamos fechando a Disneylândia e o Disney California Adventure, a partir da manhã de 14 de março até o final do mês”, informou o porta-voz do parque, que anunciou que os seus hotéis fecharão dois dias depois.

“Os hotéis Disneyland Resort permanecerão abertos até segunda-feira, 16 de março, para que os hóspedes possam tomar as providências necessárias para a viagem”, acrescentou.

A área comercial Downtown Disney, adjacente aos parques e com restaurantes e lojas, permanecerá aberta.

Horas após o anúncio referente à Califórnia, o grupo Disney informou que no domingo também fechará seus parques na Flórida, os mais visitados do mundo, e em Paris, como medida de “maior precaução”.

A Disney também decidiu adiar a saída de seus cruzeiros marítimos a partir de sábado e até o final do mês.

“Embora não tenhamos sido informados de nenhum caso de Covid-19 no Disneyland Resort, apenas examinamos as diretrizes da ordem executiva do governador da Califórnia”, que recomenda suspender todos os eventos com mais de 250 pessoas.

“Seguiremos a situação atual e seguiremos os conselhos e orientações das autoridades federais e estaduais e das agências de saúde.

A Disney informou que continuará pagando os funcionários durante esse período. Também indicou que reembolsará aqueles que queiram alterar ou cancelar suas visitas.

A Disney também decidiu suspender nesta quinta a estreia do filme live action de “Mulan” nos EUA, com sessão adiada para duas semanas.

O parque Universal Studios, outro importante ponto turístico em Los Angeles, também anunciou nesta quinta que permanecerá fechado entre os dias 14 e 28 de março.

A Califórnia registrou quase 200 casos positivos. Seu governador, Gavin Newsom, disse em comunicado que a Disney “tomou a decisão certa”.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *