30 de setembro de 2020
  • :
  • :

Vila Barro Branco vai ganhar conjunto habitacional com 120 apartamentos

Vila Barro Branco vai ganhar conjunto habitacional com 120 apartamentos

A Prefeitura de Salvador vai entregar nesta terça-feira (11), às 10h, a Vila Barro Branco, conjunto habitacional construído pelo município no local que foi palco de uma das maiores tragédias das fortes chuvas de 2015, na comunidade que leva o mesmo nome, localizada no Alto do Peru (entrada pela Avenida San Martin, próxima à Prefeitura-Bairro São Caetano/Liberdade, em frente à madeireira). O prefeito ACM Neto estará presente na solenidade. 

O conjunto foi construído em uma área de 16 mil m², onde a Prefeitura também realizou uma grande obra de contenção. O projeto desenvolvido pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra) contempla não só moradias, mas um ambiente de reurbanização integrada composto por quatro torres habitacionais e diversos equipamentos de lazer. A obra contou com um investimento de R$ 12,6 milhões, com recursos próprios. 

Ao todo, 120 apartamentos foram construídos, 30 em cada torre. As torres recebem nomes de flores: Açucena, Cerejeira, Lotus e Narciso, marcando assim a renovação e a nova fase de vida que se inicia para os moradores. Cada apartamento dispõe de dois quartos, sala, cozinha, área de serviço e sanitário. Os cômodos atendem aos critérios básicos de moradia, acessibilidade, e de recomendações técnicas. 

A Vila Barro Branco conta ainda com parque infantil, academia de ginástica ao ar livre, quadra poliesportiva, espaço de jogos, pista de cooper, quiosque, espaços de convivência e para plantio de horta comunitária, além de estacionamento. Toda a área conta com pavimentação, acessibilidade, saneamento, mobiliário urbano e paisagismo. E mais: as áreas de convivência contam com itens de sustentabilidade, como energia solar e coleta seletiva. 

Assistência – Desde abril de 2015, quando houve um deslizamento de encosta em Barro Branco, a Prefeitura estabeleceu como prioridade a realização de melhorias na região. Ações emergenciais, como disponibilização de acolhimento provisório, de auxílio-emergência e construção de encosta tiveram início imediato. 

A contenção de encosta do local foi feita pela Superintendência de Obras Públicas (Sucop), órgão vinculado à Seinfra, e entregue em duas etapas: a primeira em março de 2017 e a segunda em outubro de 2018. A obra contou com um aporte de R$ 13,5 milhões.

Foto: Divulgação/Secom-PMS




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *