29 de outubro de 2020
  • :
  • :

Sismógrafo registra novo tremor de terra em São Miguel das Matas

Sismógrafo registra novo tremor de terra em São Miguel das Matas

Um novo tremor de terra foi registrado na cidade de São Miguel das Matas, no Vale do Jiquiriçá, na Bahia, neste domingo (27). A informação é do Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

De acordo com o boletim do LabSis, o tremor foi de magnitude preliminar 1.0. O evento foi registrado pelas estações sismográficas que foram instaladas na região após os tremores que ocorreram nos meses de agosto e setembro, destacando o de magnitude 4.6, que ocorreu no dia 30.

O registro do evento foi da estação localizada no distrito de Corta Mão, que fica na cidade de Amargosa. Não há informações se o tremor de terra foi sentido por moradores de São Miguel das Matas ou outras cidades da região.

Sismógrafos foram instalados em sete cidades baianas que registraram terremotos nos últimos meses. O objetivo dos equipamentos é monitorar novos casos de abalos no estado e reúnam dados sobre eles.

Os sismógrafos foram instalados em Amargosa, Brejões, Elísio Medrado, Laje, Mutuípe, São Miguel das Matas e Ubaíra.

No total, nove equipamentos foram distribuídos entre as cidades. Ele foram instalados nas casas de moradores e prédios públicos. Os sismógrafos podem determinar os epicentros e também a intensidade dos tremores com mais precisão.

Os dados dos sismógrafos instalados na Bahia serão enviados para o Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) .

A instalação ocorreu quase uma semana depois do terremoto de magnitude de 4,6, considerado alto, entre cidades da região entre o Recôncavo da Bahia e o Vale do Jiquiriçá. Nesses locais, muitas casas foram danificadas.

O primeiro tremor começou pouco antes das 8h do dia 30 de agosto, e durou cerca de 20 segundos. Depois, uma nova trepidação, desta vez mais branda, por volta das 8h20.

Segundo cálculos do Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), o terremoto teve magnitude de 4,6.

Apesar do epicentro ser entre o Recôncavo Baiano e o Vale do Jiquiriçá, o tremor foi sentido em várias regiões do estado, como Salvador e cidades das regiões sul e sudoeste.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *