16 de janeiro de 2021
  • :
  • :

Téo Senna cobra explicações sobre atraso em obra no Santo Antônio Além do Carmo

Téo Senna cobra explicações sobre atraso em obra no Santo Antônio Além do Carmo

O vereador reeleito Téo Senna (PSDB) cobrou explicações do Governo do Estado sobre “o caos que foi instalado no Santo Antonio Além do Carmo, no Centro Histórico de Salvador, desde que uma suposta obra de requalificação, realizada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), transformou em lama e sujeira as principais ruas do bairro”.

Segundo Senna, moradores o tem procurado para informar que a obra deveria durar 40 dias, mas já dura mais de um ano, sem previsão de terminar.

“Vimos esse filme durante as obras de requalificação da Rua Chile, que também se estenderam por mais de um ano. Parecia intencional aquele quebra-quebra diário em frente da Prefeitura de Salvador”, avalia o vereador reeleito, lembrando que “já é rotineira a falta de capacidade de gestão por parte da Conder. As únicas obras realizadas com sucesso no Centro Histórico foram feitas pela Prefeitura de Salvador, e não pelo Governo do Estado”, afirma Senna.

Para o vereador, a população local merece mais respeito por parte do governo. “Os moradores e artesãos que já têm de lidar com a pandemia, que afastou o turismo, precisam meios de sobrevivência, por isso estão perdendo a paciência com a Conder”.

De acordo com o vereador, as obras integram o projeto ‘Pelas Ruas do Centro Antigo de Salvador’ do Governo do Estado, em execução pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), órgão vinculado à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano.
“Na antes bucólica Rua Direita do Santo Antônio deveriam ser rebaixados e enterrados os fios da rede elétrica e das empresas de telefonia. Mas o caos já dura mais de um ano”, diz Senna, acrescentando que “o pior de tudo não é isso, pois a Conder pretende fazer intervenções em outras ruas do Centro Histórico”.

Foto: Divulgação/CMS




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *