15 de janeiro de 2021
  • :
  • :

Série B: Vitória encara o Operário-PR no 1º jogo em 2021

Série B: Vitória encara o Operário-PR no 1º jogo em 2021

Em seu primeiro jogo do ano, o Vitória reencontra o Operário-PR, pela 32ª rodada da Série B, em um novo momento chave. No primeiro turno, os times duelaram no Paraná valendo ao menos uma noite para o Leão no G4. Precisava ganhar para que isso acontecesse – mas não deu e os times empataram em 1×1. Agora, voltam a medir forças, mas em uma situação bem diferente.

O Leão entrou em 2021 com 36 pontos, na 15ª colocação. É um ponto apenas a mais que o Náutico, o primeiro da zona de rebaixamento. A distância do Z4 é tão próxima que o rubro-negro tem 36,5% de chance de queda para a Série C, segundo os cálculos do Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais. Assim, vencer o Fantasma da Vila é importante para ver a probabilidade diminuir.

Do lado do Vitória, há algumas notícias boas, a começar pelo fator casa. Dessa vez, o duelo é no Barradão, neste domingo(3), às 18h15. O Leão tem aproveitamento melhor como mandante que o Fantasma como visitante. O anfitrião tem 52,1% de rendimento em Salvador, com 25 pontos conquistados em 16 jogos (sete triunfos, quatro empates e cinco derrotas).

Já o alvinegro tem 31,1% fora, com 14 pontos em 15 partidas (três triunfos, cinco empates e sete derrotas). A última vez que ganhou longe do Paraná foi pela 20ª rodada, com o 1×0 sobre o Figueirense. Desde então, perdeu três vezes e empatou uma como visitante.

Outra vantagem para o rubro-negro é que, diante do Operário, está invicto. Foram apenas três encontros entre os dois times, com um empate e um triunfo para o Vitória na segundona de 2019, além do 1×1 no ano passado.

No comando técnico do Leão, estará Rodrigo Chagas, fazendo sua estreia após ser efetivado. Como interino, teve aproveitamento melhor que os outros quatro treinadores do time em 2020: 58,3% em quatro partidas, contra 50,6% de Geninho (25 jogos), 36,8% de Bruno Pivetti (19 jogos), 29,6% de Eduardo Barroca (nove jogos) e 25% de Mazola Júnior (quatro jogos).

Adversário – Assim como o Vitória, o Operário também tem como missão definir a permanência na segunda divisão. Com 41 pontos, está em 12º e busca alcançar os 45, número historicamente “mágico” para não cair. Atualmente, a chance para que isso aconteça é pequena – apenas 1,5%.

Na escalação, o técnico Matheus Costa não terá o lateral esquerdo Fabiano, por causa do contrato de empréstimo com o Vitória. O zagueiro Fábio Alemão deve ser improvisado na posição. O time tem outras caras conhecidas do torcedor do Vitória: o goleiro Martín Rodríguez, o zagueiro Reniê e o meia Pedro Ken.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *