24 de junho de 2021
  • :
  • :

Centenário do economista João Fernandes da Cunha será comemorado no dia 21

Centenário do economista João Fernandes da Cunha será comemorado no dia 21

João Fernandes da Cunha nasceu na Fazenda Tapera, no Vale do Rio Salitre, município de Juazeiro – Bahia. Aos 19 anos veio para Salvador. Em 1940 fez concurso para o Banco do Brasil, vindo a integrar o quadro de funcionários de carreira até a sua aposentadoria.

Conquistou três graduações de nível superior: Ciências Contábeis, em 1945, pela Faculdade de Ciências Econômicas da Bahia; em 1952 integrou a turma pioneira de formandos em Jornalismo e Comunicação da Faculdade de Filosofia da Universidade Federal da Bahia, No mesmo ano, também se formou em Ciências Econômicas pela Faculdade de Ciências Econômicas da UFBA.

Ainda trabalhando no Banco do Brasil, foi convidado a organizar, estruturar e implantar dois outros bancos. Primeiro, o Banco do Nordeste, onde atuou de 1954 a 1958, ocupando o posto de gerente geral para os estados da Bahia, Minas Gerais e Sergipe.

Em seguida, criou o Banco de Fomento do Estado da Bahia, que depois foi transformado em Banco do Estado da Bahia (Baneb). Permaneceu na instituição no período de 1954 a 1964, inicialmente como organizador e, depois, diretor.

Dividia o trabalho nas instituições bancárias com o ensino. Ministrava cursos para concursos, tendo participado de diversos seminários, conferências, congressos, mesas-redondas.

Com todas essas atividades, ainda atuava como professor assistente na Faculdade de Ciências Econômicas da UFBA, desde 1955. Durante mais de trinta anos dedicou-se à atividade de Professor, sempre regendo cátedras de diferentes disciplinas. Participou ativamente da implantação da Reforma Universitária nas décadas de 1970 e 1980, quando elaborou os novos currículos dos cursos para as Faculdades de Economia e Ciências Contábeis da UFBA, adaptando-os às novas necessidades.

Estudioso permanente das Leis de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e de toda a variada legislação universitária, recebeu como reconhecimento títulos importantes, que podem ser vistos no site da Fundação que leva o seu nome, criada em 1992. O professor João Fernandes da Cunha faleceu em 8 de dezembro de 2006.

A Fundação João Fernandes da Cunha, localizada na Praça do Campo Grande, número 8, com sua ampla biblioteca e internet disponível para estudantes, é uma incentivadora a todos que pretendem crescer na vida por meio dos estudos.

Fotos: Divulgação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *