24 de junho de 2021
  • :
  • :

Salvador vai vacinar população de rua com dose única da Janssen

Salvador vai vacinar população de rua com dose única da Janssen

As 90 mil doses da Janssen que Salvador deve receber a partir da segunda-feira (14) serão usadas para vacinar cerca de 6 mil pessoas que vivem em situação de rua em Salvador e, depois, serão incorporadas na vacinação por idade na capital baiana. O prefeito Bruno Reis falou do tema nesta sexta-feira (11), durante evento em Stella Maris.

“Iniciada a vacinação da população de rua, a expectativa é concluir todo o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação (PNO) até a quarta-feira (16). Iremos chegar ao final do mês com mais de 50% do público-alvo, acima de 18 anos, com a primeira dose aplicada no braço”, diz Bruno.

A vacina da Janssen exige somente uma dose, ao contrário das demais que estão em uso no país. Isso é um facilitador para imunizar mais rapidamente a população de rua.

Salvador bateu ontem a marca recorde de 22 mil pessoas vacinadas em um dia, no diversos pontos disponíveis. O prefeito fez um balanço do processo. “Fechamos com 43% da população-alvo vacinada. Mais de 880 mil pessoas já receberam a primeira dose. Muitos falam de uma possível terceira onda em julho, o que me traz muita preocupação. Mas confio que o processo de vacinação possa impedir isso”.

A partir da semana que vem, a campanha terá mais 250 vacinadores reforçando as equipes, contratados pela prefeitura, e outros 50 profissionais que serão disponibilizados por convênio com a Fieb. Isso também deve acelerar a vacinação.

Hoje, Salvador tem 83% de ocupação dos leitos de UTI. Nas UPAs, 11 pacientes aguardavam transferências para vagas de terapia intensiva nesta sexta. “É um número que nossa estrutura de saúde tem condições de fazer a regulação em menos de 24h. A prioridade da nossa gestão sempre foi salvar vidas. Chegamos até aqui sem que ocorresse um colapso e esperamos passar por essa guerra sem que isso ocorra”, ressalta.

Segundo o prefeito, a partir da terça ele vai prorrogar por mais sete dias todas as medidas de restrição em vigor na cidade, pensando nos vários eventos do mês de junho, em especial o São João, e o Dois de Julho.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *