24 de outubro de 2021
  • :
  • :

Paraguai prende brasileiros suspeitos de envolvimento em atentado com quatro mortes

Paraguai prende brasileiros suspeitos de envolvimento em atentado com quatro mortes

A polícia paraguaia prendeu na manhã desta segunda-feira (11), seis brasileiros suspeitos de envolvimento no atentado que acabou com quatro mortos em Pedro Juan Caballero, cidade no Paraguai que faz divisa com Ponta Porã (MS).

O crime ocorreu no sábado, 9, e vitimou as estudantes brasileiras Kaline Reinoso (20) e Rhannye Jamilly Borges Oliveira (18), e Hailé Acevedo, filha de Ronald Acevedo, governador de Amambay. Osmar Vicente Alvarez, conhecido como Bebeto e identificado como suposto alvo da ação pela polícia local, também foi morto.

Outras duas pessoas sobreviveram ao ataque, Bruno Elias Sanchez e Rafaeli Alvarez, ambos de 20 anos. Eles foram encaminhados a hospitais particulares. Segundo a imprensa local, foram disparados pelo menos 100 tiros contra o veículo, um utilitário esportivo branco.

Na operação desta segunda, também foram apreendidos três carros com documentos brasileiros de outros três veículos, celulares, joias e 74 gramas de maconha.

As quatro execuções e o assassinato de um vereador em Ponta Porã na sexta-feira, 8, fizeram com que a segurança da fronteira entre o Brasil e o Paraguai fosse reforçada.

Equipes do Garras (Delegacia Especializada de Repressão de Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros), do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar, Batalhão de Choque e do Departamento de Operações de Fronteira fazem o patrulhamento da região.

“É um reforço sem data de saída. Apoio total às autoridades do país vizinho, para auxiliar na prisão dos autores. Além disso, a Polícia Militar Rodoviária também está reforçando a segurança nas rodovias estaduais daquela região”, afirmou o secretario de Segurança Pública do do Mato Grosso do Sul, Antônio Carlos Videira.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *