4 de dezembro de 2021
  • :
  • :

“Meu coração está partido”, diz ator Alec Baldwin após disparo acidental

“Meu coração está partido”, diz ator Alec Baldwin após disparo acidental

O ator Alec Baldwin usou as redes sociais nesta sexta-feira (22), para se pronunciar sobre o acidente com uma arma cenográfica que causou a morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins e feriu o diretor Joel Souza, no estado do Novo México, nos Estados Unidos. O disparo ocorreu no set de filmagens do filme “Rust”, do qual Baldwin também é produtor.

“Não há palavras para expressar meu choque e tristeza em relação ao trágico acidente que tirou a vida de Halyna Hutchins, esposa, mãe e colega nossa profundamente admirada. Estou cooperando totalmente com a investigação policial para resolver como essa tragédia ocorreu e estou em contato com o marido dela, oferecendo meu apoio a ele e sua família. Meu coração está partido por seu marido, seu filho e por todos que conheciam e amavam Halyna”, escreveu ele no Twitter.

O caso aconteceu na quinta-feira, 21, no Rancho Bonanza Creek, uma locação famosa para filmes nos Estados Unidos, onde foram rodados longas-metragens como “Cowboys & Aliens” e “Longmire”. Halyna Hutchins, 42, e o diretor do filme, Joel Souza, 48, foram atingidos por uma arma cenográfica disparada pelo ator e produtor.

A diretora de fotografia chegou a ser socorrida e levada de helicóptero a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Já Joel foi baleado no ombro, mas passa bem.

Um porta-voz de Baldwin disse que a morte foi um acidente. O artista depôs e foi liberado. Uma foto do jornal local “Santa Fe New Mexican” mostrou o ator chorando enquanto falava ao telefone do lado de fora da delegacia.

“O senhor Baldwin foi interrogado por detetives. Ele fez declarações e respondeu as perguntas. Veio de forma voluntária e deixou o edifício após o interrogatório”, afirmou o porta-voz do departamento do xerife do condado de Santa Fé.

O porta-voz de Santa Fé disse ao The New York Times que o incidente ocorreu durante um jantar que estava sendo ensaiado e filmado, o que explicaria o porquê de Baldwin estar “mirando” nas vítimas.

Ninguém foi detido pelo caso e até o momento não foram apresentadas acusações, segundo a polícia, que está interrogando as testemunhas.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *