3 de dezembro de 2021
  • :
  • :

A 13 dias do Enem, coordenadores do INEP pedem exoneração coletiva

A 13 dias do Enem, coordenadores do INEP pedem exoneração coletiva

Faltando 13 dias para a primeira prova do Exame Nacional do Ensino Médio, 29 servidores do órgão do Ministério da Educação (MEC) responsável pelo Enem pediram exoneração e dispensa coletiva, nesta segunda-feira, (8). A prova está marcada para os dias 21 e 28, com 3 milhões de estudantes. Os servidores, antigos, desempenham funções cruciais para a realização do exame. As informações são do Jornal Estado de São Paulo.

A carta de demissão, à qual o Estadão teve acesso, diz que eles entregam os cargos por causa da “fragilidade técnica e administrativa da atual gestão máxima do Inep”. Afirmam, no entanto, que pretendem continuar a disposição do Inep pelo “compromisso com a sociedade e o empenho com as atividades relacionadas às metas de 2021”. Por volta do meio dia, quando o Estadão revelou o pedido de demissão coletiva, eram inicialmente 13 nomes, mas mais funcionários decidiram a assinar a carta ao longo do dia.

Além disso, o atual presidente Danilo Dupas – o quarto em três anos – é acusado pelos funcionários de desmonte do órgão mais importante do MEC, assédio e desconsideração de aspectos técnicos na tomada de decisões.

Mas não é a primeira vez em que servidores do órgão pedem exoneração em conjunto. Na sexta-feira, dois coordenadores pediram para deixar áreas cruciais do Enem – a montagem da prova e a logística. Integrantes da Cesgranrio, consórcio contratado para aplicar o Enem, temem o que possa acontecer com a prova sem a interlocução e a experiência dos técnicos que têm deixado seus cargos, segundo o Estadão apurou.

Nesta segunda-feira, pediram exoneração de seus cargos e funções os servidores Adelino Nunes de Lima , Alani Coelho de Souza Miguel, Andréia Santos Gonçalves, Camilla Leite Carnevale Freire, Claudia Maria Ribeiro Gonçalves Barbosa Marques, Clediston Rodrigues Freire, Danusa Fernandes Rufino Gomes, Denys Cristiano de Oliveira Machado, Douglas Estevão Morais de Souza, Edivan Moreira Aredes, Elysio Soares Santos Junior, Francisco Edilson de Carvalho Silva, Gizane Pereira da Silva, Helciclever Barros da Silva Sales, Helio Pereira Feitosa, Hélida Maria Alves Campos Feitosa, Karla Christina Ferreira Costa, Leonardo Ferreira da Silva, Marcela Guimarães Côrtes, Natalia Fernandes Camargo, Nathalia Bueno Póvoa, Patricia da Silva Onório Pereira, Rita Laís Carvalho Sena Santos, Rosária Duarte Melo, Samuel Silva Souza, Saulo Teixeira dos Santos, Silvana Maria Lacerda Gonçalves, Vanderlei dos Reis Silva e Victor Rezende Teles.

Entre os servidores que assinaram a carta, estão coordenadores gerais de áreas, como Marcela Guimarães Côrtes, da gestão de pessoas do Inep. Alguns deles haviam sido designados para acompanhar e fiscalizar o cumprimento do contrato com a Fundação Cesgranrio, empresa responsável para aplicação da prova.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *