20 de maio de 2022
  • :
  • :

Prefeitura assina convênio para realização de escola digital de economia criativa

Prefeitura assina convênio para realização de escola digital de economia criativa

A Prefeitura de Salvador deu mais um passo para facilitar o acesso da juventude ao mercado de trabalho. Uma parceria foi firmada, nesta quarta-feira (19), garantindo o lançamento da Escola Digital de Economia Criativa co.liga na cidade. A iniciativa desenvolvida pela Fundação Roberto Marinho (FRM) e a Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI), com a participação do Município através do Escritório de Governança Social da Prefeitura, permitirá a capacitação de jovens em situação de vulnerabilidade social.

A iniciativa foi apresentada em solenidade realizada no foyer no Palácio Thomé de Souza, com as presenças do prefeito Bruno Reis; da vice-prefeita e secretária de Governo, Ana Paula Matos; do diretor e chefe da representação da OEI no Brasil, Rafael Callou; e do secretário-geral da FRM, João Alegria. O co.liga oferece 37 cursos, de forma gratuita, tendo como público-alvo jovens com idades entre 19 e 28 anos. As inscrições podem ser feitas no site https://coliga.digital/.

Desenvolvida para conectar juventudes, profissionais e empresas de diferentes segmentos de atuação no campo da economia criativa, a co.liga oferece uma plataforma digital com cursos gratuitos e outras oportunidades para facilitar a inserção produtiva dos jovens no mercado, fomentando e fortalecendo parcerias com os agentes públicos e privados locais, buscando ampliar o impacto e alcance desses jovens. No discurso, o prefeito ressaltou que a ação é uma forma de Salvador ampliar sua matriz econômica, a partir da aposta em novos vetores, a exemplo da área de inovação e da economia criativa.

“Esses investimentos mudam a cara de uma gestão, pois oferecem políticas públicas mais eficientes. E, neste ponto, a pandemia antecipou os processos e deixou para trás os preconceitos que haviam em relação ao trabalho remoto, por exemplo. Então, o que era visto como emprego do futuro passou a ser o emprego do presente. E é justamente neste contexto que Salvador quer se inserir ainda mais, com a chancela da Fundação Roberto Marinho e da OEI. Esta iniciativa se alia ao Colabore, o Polo de Economia Criativa e ao Hub Salvador, como atores deste novo modelo de negócios”.

“Salvador é conhecida em todo o mundo como uma cidade cultural, e nosso desafio também envolve transformá-la em uma cidade inteligente e criativa, consolidando os projetos e agregando novas alternativas para tornar a nossa cidade como a mais inteligente e criativa do Brasil”, concluiu o chefe do Executivo Municipal.

*Esforço coletivo* – João Alegria ressaltou a importância do esforço coletivo para a iniciativa cumprir o objetivo principal: alcançar o público-alvo. “Não faz o menor sentido manter este trabalho isolado na internet. É preciso atingir as pessoas. Então, nosso sentimento é de alegria por esta parceria que envolve diversas iniciativas da Prefeitura no social, educação e inovação, e que só importa porque faz sentido para todos aqui”, afirmou o secretário-geral da FRM.

Chefe da representação da Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI) no Brasil, Rafael Callou explicou que a iniciativa oferece oportunidade de trabalho e emprego aos jovens e, além disso, traz conteúdo sistêmico para a cidade de Salvador, focando especialmente nas áreas sociais. “É uma ação que pensa no futuro e articula coisas positivas para essa juventude. É preciso agradecer à Prefeitura por permitir a chegada deste projeto e por deixar ele se desenvolver nesta cidade tão criativa. Assim poderemos atingir mais pessoas e ajudar a quem mais precisa”.

A vice-prefeita Ana Paula Matos destacou o impacto da iniciativa, realizada de forma coletiva, para a cidade. “Essa é uma rede que chega a Salvador com estrutura e qualidade para construir um trabalho que envolve a Prefeitura, organizações internacionais e a comunidade como um todo. A cidade tem uma questão histórica de desigualdade que precisa ser reparada. E já mudamos muito na educação, na assistência social, saúde, cultura e demais campos de desenvolvimento. Salvador será cada vez mais uma cidade inteligente, que oportuniza o acesso à tecnologia, direito e desenvolvimento sustentável, tudo isso feito em rede”.

*Demais ações* – A solenidade marcou ainda a assinatura de um protocolo de intenções, afirmando o interesse das partes em cooperarem com vistas ao desenvolvimento de projetos e atividades nas áreas da educação, ciência e cultura na capital baiana, com foco em desenvolvimento de pesquisas, estudos e avaliação de impacto; promover intercâmbio de conhecimentos, experiências e ações exitosas no âmbito da Iberoamérica, visando fomentar atividades de cultura e economia criativa, como foco no empreendedorismo e novos negócios.

Para tanto, a ação busca desenvolver novas tecnologias, metodologias, formação e capacitação de profissionais da gestão pública e da sociedade civil, conectando juventudes, profissionais e empresas, por meio da formação e inclusão produtiva dos jovens brasileiros na economia criativa por meio da comunidade, educação e de oportunidades de trabalho.

*Programação* – O lançamento da iniciativa contou ainda com painéis de debate e apresentação da Quabales Banda, grupo performático que mescla percussão baiana, hip hop, som eletrônico, dança e Stomp.

Foto: Betto Jr./SECOM-PMS




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *