3 de julho de 2022
  • :
  • :

APLB descumpre decisão judicial e mantém greve de professores em Salvador

APLB descumpre decisão judicial e mantém greve de professores em Salvador

A APLB-Sindicato decidiu descumprir a decisão do Tribunal de Justiça da Bahia e manteve a greve dos professores da rede municipal. Na manhã desta segunda-feira (30), primeiro dia em que vigora a ordem judicial, a entidade realiza atos em frente a escolas em diversos bairros de Salvador. De acordo com a sentença, expedida na sexta-feira (27), o movimento paredista tem “claros indícios de ilegalidade e abusividade”.

A decisão determina que a APLB “se abstenha de praticar qualquer bloqueio ao acesso de servidores às repartições públicas e estabelecimentos escolares, ou qualquer outro ato capaz de prejudicar o funcionamento, ainda que parcial, dos serviços públicos”. A sentença determina ainda a suspensão imediata da greve e o retorno dos professores às salas de aula. A multa em caso de descumprimento é de R$ 20 mil por dia.

Ainda assim, a APLB manteve a paralisação e convocou atos, divulgando-os inclusive nas redes sociais da entidade. Representantes do sindicato estão em frente a cinco sedes das Gerências Regionais de Educação (GRE), unidades do Subúrbio Ferroviário, Cajazeiras, Pirajá, Liberdade e São Cristóvão.

Em Itacaranha, é possível observar por meio de vídeos divulgados nas redes sociais pelos próprios grevistas que a manifestação bloqueia a entrada principal da Escola Municipal Deputado Cristóvão Ferreira.

Nas redes sociais, a APLB emitiu nota dizendo que “não tem conhecimento da veracidade dessa decisão (judicial)” e que “orienta a categoria a cumprir a agenda aprovada na assembleia” realizada na sexta-feira. A entidade, porém, antecipou a próxima assembleia, de quarta para terça-feira.

Em nota publicada após a decisão judicial, a Prefeitura disse que “irá garantir o funcionamento das unidades de ensino” e que “os professores que forem para as salas de aula não terão corte em suas folhas de ponto”.

Foto: Divulgação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *