19 de agosto de 2022
  • :
  • :

Roma pede providências e PF instaura inquérito sobre invasões no Extremo Sul

Roma pede providências e PF instaura inquérito sobre invasões no Extremo Sul

O pré-candidato a governador da Bahia, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma (PL), acompanhado do presidente do Sistema Faeb/Semar, Humberto Oliveira, e do superintendente regional do Incra, Paulo Alves, pediu providências e alertou a Polícia Federal (PF) sobre os violentos conflitos no Extremo Sul. O problema decorre de invasões criminosas de terras por supostos indígenas, que, fortemente armados, além de espalharem terror, geram insegurança jurídica na região.

Liderada por Roma, no final da manhã desta terça (18), a comitiva se reuniu com o superintendente regional da PF, Leandro Almada, e expôs a aterrorizante situação vivida pelos produtores rurais no Extremo Sul. Na última segunda-feira (18), mais duas fazendas foram invadidas, dessa vez, no município de Porto Seguro. Anteriormente as invasões criminosas ocorreram em Itamaraju.

Diante do exposto pelo deputado federal do PL e pelos representantes dos produtores rurais e do Incra, o superintendente da Polícia Federal, Leandro Almada, informou que a PF está acompanhando o caso e já há um inquérito instalado em fase de levantamento das informações. “Vamos reforçar ainda mais a nossa atenção ao tema para tomar a medida necessária”, garantiu Almada.

Para Roma, que entregou, na semana passada, ao ministro da Justiça, Anderson Torres, um dossiê sobre o problema no Extremo Sul, “é absurda a omissão do governador Rui Costa diante das invasões criminosas que ocorrem sem nenhuma ação do estado para garantir a paz e o império da lei na região. Precisamos de segurança jurídica e paz no campo, que hoje representa mais de um terço do PIB baiano e gera muitos empregos”.

Foto: Divulgação/Ascom




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *