24 de junho de 2024
  • :
  • :

Prefeitura inicia reconstrução de escola no Nordeste de Amaralina

Prefeitura inicia reconstrução de escola no Nordeste de Amaralina

Mais uma unidade de ensino será reconstruída pela Prefeitura, desta vez no Nordeste de Amaralina. O prefeito Bruno Reis, acompanhado do secretário municipal da Educação (Smed), Marcelo Oliveira, assinou nesta quarta-feira (26) a ordem de serviço para demolição e reconstrução da Escola Municipal Anita Barbuda, situada na Rua São Policarpo.

O prefeito lembrou que a reforma atende a um desejo antigo da comunidade. “A população há muito tempo esperava por essa nova escola. Antes de 2013, as unidades de ensino de Salvador estavam destruídas e sem infraestrutura. Estamos melhorando a educação na cidade, que antes ocupava a última posição do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) dentre as capitais no Brasil. Em apenas 22 meses da atual gestão, foram entregues 14 novas escolas e reformadas mais de 240. Isso significa que 82% da nossa rede está requalificada”.

Além disso, o chefe do Executivo ressaltou a importância de aliar conforto e infraestrutura com a modernização no aprendizado. ” Vamos colocar cobertura com miniginásio em mais de 80 escolas. Praticamente todas as unidades foram climatizadas. Entregamos agora um chromebook para cada professor e estamos distribuindo 105 mil tablets aos estudantes. A educação de Salvador será transformada com essa inclusão digital”, completou Bruno Reis.

*Investimento* – Com investimento orçado em R$8,5 milhões, a intervenção vai ampliar a oferta de vagas na rede. Isso porque, após a conclusão das obras, terá capacidade para atender 485 alunos por turno, da Educação Infantil e Ensino Fundamental, totalizando 970 vagas. O prédio antigo, que contava com apenas cinco salas de aula e atendia 212 estudantes, dará lugar a uma escola totalmente climatizada, com sistema de reutilização de água pluvial e energia solar.

Será um empreendimento de 2,3 mil m² de área construída, com 15 salas (quatro infantil e 11 Fundamental), área de acolhimento, sala de Tecnologia da Informação (TI), refeitório, seis sanitários de alunos, sanitários PCD masculino e feminino, sanitários para funcionários, elevador, brinquedoteca, sala multiuso, sala de leitura, sala de Atendimento Educacional Especializado (AEE), quadra poliesportiva, guarita com sanitários e vestiário.

*Expectativa* – A diretora da instituição, Ana Paula Porciúncula, disse que a reconstrução vai suprir as necessidades de alunos e professores. “Essa é uma área linda e agradável, mas possuía uma estrutura antiga, com problemas de infiltrações e alagamentos. Com o novo projeto, a expectativa é que a escola se transforme em uma unidade modelo para a cidade, capaz de atender de forma segura e confortável a comunidade”.

Tia de alunos da Anita Barbuda, a cabeleireira Marilene Silva, de 51 anos, destaca a importância dessa reforma. “Será muito valoroso para as crianças, que necessitam de mais conforto e segurança, de uma unidade com maior capacidade de atender a demanda dessa comunidade, que é carente de projetos e escolas como essa”.

Para o titular da Smed, a preservação ambiental também está sendo observada no futuro imóvel, com a implantação de sistemas de captação de energia solar e de reutilização de água pluvial. “São melhorias que beneficiam nossos alunos, professores, equipes gestoras, enfim, toda comunidade escolar”, pontuou Oliveira.

Foto: Betto Jr./Secom-PMS




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *