21 de julho de 2024
  • :
  • :

Bruno Reis vistoria obras do Novo Mané Dendê e avalia projeto para trecho de orla do Subúrbio

Bruno Reis vistoria obras do Novo Mané Dendê e avalia projeto para trecho de orla do Subúrbio

As obras do projeto Novo Mané Dendê, maior iniciativa de urbanização e saneamento do Subúrbio de Salvador, foram vistoriadas pelo prefeito Bruno Reis e gestores municipais nesta sexta-feira (30). A comitiva acompanhou o andamento das construções do terminal de ônibus, do mercado popular, do centro cultural e escola municipal, além das moradias que serão erguidas para população de baixa renda, situados entre os bairros de Rio Sena e Alto da Terezinha.

“Estamos acelerando essas obras para entregar o quanto antes esses importantes projetos de requalificação e mudança de vida da população”, disse o chefe do Executivo municipal. Com investimento total de R$ 265 milhões, os equipamentos vão suprir uma carência da região, atendendo diversas demandas apresentadas pelas comunidades na área de mobilidade, promovendo mais dinâmica ao comércio local, cultura e cidadania.

Com a primeira etapa entregue em setembro de 2022, o Mané Dendê já soma no total 30% de intervenções concluídas. Além de Rio Sena, Alto da Terezinha, a iniciativa alcançará as localidades de Itacaranha, Plataforma e Ilha Amarela, beneficiando diretamente 10 mil habitantes e outros 35 mil de forma indireta. O valor total de investimento é de cerca de R$600 milhões em todo o projeto.

*Orla* – Um dos trechos da orla do Subúrbio, entre Escada, Praia Grande e Periperi, também foi alvo de vistoria. A Prefeitura já tem elaborado para a região um projeto de requalificação que prevê valorização ambiental, infraestrutura para os moradores bem como criação de novos espaços de lazer. A faixa litorânea a ser beneficiada possui cerca de 2 km de extensão e atualmente se encontra completamente degradado.

“Estamos analisando o projeto para requalificação desse importante trecho de orla, vendo que intervenções podemos fazer e, em breve, teremos boas notícias”, garantiu o prefeito. O projeto urbanístico foi elaborado pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF). De acordo com o órgão, além de novos espaços de convivência, a ação abrange implantação de acessibilidade à praia, que em alguns pontos se dá por meio de becos, pavimentação de piso intertravado, construção de duas quadras de areia. Envolve ainda requalificação da colônia de pesca local.

“Existe um projeto de requalificação para toda orla de Salvador que já foi quase toda beneficiada. Na orla Baía de Todos-os-Santos, resta apenas este trecho entre Escada, Praia Grande e Periperi. Esses locais concentram muitas construções na zona de areia e sobre os canais de drenagem devido à ocupação irregular. Nossa proposta é resolver essas demandas e oferecer mais qualidade de vida à população”, explicou a titular da FMLF, Tânia Scofield.

Foto: Betto Jr./Secom-PMS




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *