13 de junho de 2024
  • :
  • :

Bruno Reis visita Ilê Aiyê para alinhar parceria em Educação Infantil, ações sociais e cursos

Bruno Reis visita Ilê Aiyê para alinhar parceria em Educação Infantil, ações sociais e cursos

O prefeito de Salvador, Bruno Reis, visitou na manhã desta sexta-feira (21) a sede de um dos mais importantes patrimônios culturais da capital baiana: o Ilê Aiyê. Ao lado de uma ampla comitiva de secretários e presidentes de órgãos da gestão municipal, ele se reuniu com o presidente da entidade, Vovô do Ilê, para debater a requalificação total do prédio, localizado no Curuzu, e fechar parceria para, usando a sua estrutura, implantar ali um centro de convenções, cursos profissionalizantes, aulas para a Educação Infantil, atividades sociais, dentre outras ações para a comunidade.

A ideia da Prefeitura é reformar a Senzala do Barro Preto e dar início às ações ainda em 2024, ano especial para o Ilê Aiyê, que completará 50 anos em novembro. Além de Bruno, participaram da visita a vice-prefeita e secretária da Saúde (SMS), Ana Paula Matos; o titular de Cultura e Turismo (Secult), Pedro Tourinho; a secretário de Desenvolvimento Econômico (Semdec), Mila Paes; o secretário de Manutenção (Seman), Lázaro Jezler; o presidente da Fundação Gregório de Mattos (FGM), Fernando Guerreiro; a presidente da Fundação Cidade Mãe (FCM), Isabela Argolo; a presidente da Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), Tânia Scofield; entre diretores e coordenadores de outras pastas.

“O Ilê Aiyê completa no ano que vem 50 anos de serviços prestados à nossa cidade. Hoje, estamos aqui com o objetivo de implantar, na Senzala do Barro Preto, uma série de ações. Por exemplo, retomar a escola infantil que antes funcionava aqui. A equipe da Educação (Smed) veio com esse objetivo. Também queremos implantar aqui um centro de convivência social, em parceria com a Fundação Cidade Mãe, para que no contraturno das aulas as crianças tenham diversas atividades como aulas de música, de dança, de arte, de teatro, de capoeira. Queremos movimentar ainda mais esse espaço, que é conhecido no mundo todo e que, agora, a gente espera com essa parceria fortalecê-lo ainda mais”, disse o prefeito.

O prédio da sede do Ilê Aiyê tem oito andares e conta com laboratórios de informática, salas de aula, salas de pintura, cozinha industrial, entre outros espaços. A ideia é que a Semdec implante cursos profissionalizantes para a comunidade do Curuzu, nas áreas de culinária, cozinha industrial, corte e costura, informática, entre outras. Ao mesmo tempo, a Secult pode instalar ali um centro de convenções, para que a Senzala do Barro Preto integre o circuito do Rolê Afro, roteiro de afroturismo que está sendo desenvolvido em Salvador, além de colocar o espaço na rota do turismo de negócios, recebendo eventos corporativos.

Entre as obras previstas para a revitalização da sede está a climatização total do complexo, projeto que será elaborado pela gestão municipal e apresentado para aprovação do Ilê Aiyê. “O prédio do Ilê foi inaugurado em 2003, já são quase 20 anos. Então, a ideia é climatizar especialmente a arena e essas salas de serviços à comunidade. Para que a escola possa funcionar, para que os cursos profissionalizantes possam ocorrer, para que possamos ter aqui ensaios, shows, apresentações artísticas e teatrais. O pontapé para tudo isso é fazer uma grande requalificação da estrutura”, explicou o prefeito Bruno Reis.

Parceria – Vovô do Ilê disse que a parceria é o caminho para que sejam retomadas atividades que a entidade fez ao longo dos seus 50 anos. “Eu sempre falo que o Ilê Aiyê é da Bahia, mas principalmente de Salvador. Agora, de braços dados com a Prefeitura, temos condições de ampliar os serviços que a gente sempre ofereceu para a comunidade. Podemos salvar mais vidas, levar essa juventude, de maioria negra, para o caminho certo”, disse.

O presidente lembrou da requalificação da Ladeira do Curuzu, entregue pela Prefeitura em novembro de 2020, que também beneficiou o Ilê. “Nós só temos a agradecer ao prefeito, desde a primeira intervenção, em uma das ruas mais famosas de Salvador. A nossa sede é um dos maiores equipamentos culturais que temos na cidade, em uma comunidade carente como é o Curuzu. Então, nada mais justo do que firmar essa parceria com a Prefeitura, que é a cidade mais negra fora da África, para ter um equipamento desse porte reconhecido e fortalecido”, completou Vovô do Ilê.

Pedro Tourinho lembrou que a Liberdade é um dos bairros mais importantes da cidade, tanto culturalmente como do ponto de vista do empreendedorismo. “Aqui, temos uma grande potência quando a gente fala de afroturismo. É fundamental para Salvador que a gente crie um novo vetor de desenvolvimento econômico e turístico focado na Liberdade, na Ladeira do Curuzu”, disse.

“A Senzala do Barro Preto é um dos equipamentos culturais mais importantes da cidade. As pessoas não sabem, mas aqui tem estúdio, tem sala de dança, tem uma quadra que pode ser qualificada como um centro de convenções. Se uma empresa vem para a cidade fazer um evento voltado para o público negro, por que não fazer seu evento no centro de convenções do Ilê Aiyê? Precisamos potencializar esse espaço”, completou Tourinho.

Foto: Betto Jr./Secom-PMS




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *