21 de julho de 2024
  • :
  • :

Ireuda Silva entrega Prêmio Maria Felipa da Câmara de Salvador

Ireuda Silva entrega Prêmio Maria Felipa da Câmara de Salvador

Na noite do dia 25, o Museu Nacional da Cultura Afro-Brasileira (Muncab), em Salvador, foi palco da 14ª edição do Prêmio Maria Felipa. A cerimônia foi conduzida pela vereadora Ireuda Silva (Republicanos). Conforme a parlamentar, o evento emocionou os presentes ao marcar o Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha e o Dia Nacional da Mulher Negra. “Autoafirmação, coragem, talento e persistência são algumas das características das 19 premiadas”, afirmou Ireuda.

Conforme a vereadora, as 19 mulheres negras que foram homenageadas se destacaram em suas respectivas trajetórias, marcadas pela luta contra as dificuldades impostas pelo racismo. Também foram reconhecidas por suas contribuições nas mais diversas áreas, seja nas artes, ciências, educação, empreendedorismo, ativismo social ou qualquer outra forma de impacto positivo na comunidade. Com isso, o prêmio se consolidou como a principal honraria destinada a mulheres negras.

“Maria Felipa conseguiu liderar embarcações, mudar o curso das coisas e contribuir para a nossa libertação. E hoje aqui se repete isso. As mulheres homenageadas, mulheres negras, que se empenharam, que subiram ao pódio. Mulheres que não encontraram facilidade, porque preto não encontra facilidade. Estamos aqui hoje venerando alguém que deixou um legado, Maria Felipa, e mostrando que temos exemplos. Que a mulher negra contribui com a nossa sociedade”, pontuou Ireuda, que é presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher e vice da Comissão de Reparação.

A escolha do Museu Nacional da Cultura Afro-Brasileira como local para a realização do evento ressalta a importância de valorizar e preservar a rica cultura afro-brasileira, enaltecendo o legado de resistência e superação das mulheres negras ao longo da história.

Durante a noite, discursos inspiradores e comoventes trouxeram à tona questões relevantes sobre a luta das mulheres negras por reconhecimento e oportunidades iguais. Outro destaque do evento foi a interpretação musical da cantora e empresária Anna Telles, que foi acompanhada pelo cantor Carlinhos Brown.

O prêmio Maria Felipa, nomeado em homenagem à heroína baiana que lutou contra a opressão no século XIX, carrega consigo a mensagem de empoderamento e encorajamento às futuras gerações. A 14ª edição da honraria foi um evento marcante, que celebrou a força, a resiliência e a inestimável contribuição das mulheres negras para a sociedade brasileira.

“Precisamos entender o que o racismo causa na vida das pessoas pretas, em especial na vida das mulheres. Estar aqui hoje é uma prova de que estamos vencendo esse monstro”, acrescentou Ireuda.

Premiadas

Kenia Maria – atriz e artista plástica
Camila Oliveira – jornalista e apresentadora
Madalena Gonçalves dos Santos – cozinheira e mãe do cantor Carlinhos Brown
Régia Mabel da Silva Freitas – educadora e pesquisadora
Nara Costa – cantora
Val Benvindo – jornalista
Patricia Reis Leite – juíza de Paz
Priscila Rosa – neurologista
Roseli de Santana Ramos – tenente-coronel da PM-BA
Aline Ramos – tenente da PM-BA
Abidjan Rosa – empresária
Erisangela Dias – empresária
Doinha Prata – empresária
Jacqueline Bispo Bomfim – cozinheira do Senac
Juliana Persan – empreendedora e influencer
Lilian Nara – integrante da Guarda Civil Municipal
Jamile Barreto – ginecologista e obstetra
Vanda da Cruz – oficial da PM-BA
Lívia Costa – ativista e modelo

Foto: Divulgação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *