24 de junho de 2024
  • :
  • :

MP-BA denuncia cinco suspeitos de envolvimento no assassinato de Mãe Bernadete

MP-BA denuncia cinco suspeitos de envolvimento no assassinato de Mãe Bernadete

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) denunciou cinco homens pelo assassinato da ialorixá e líder quilombola Mãe Bernadete Pacífico. Ela foi morta em 17 de agosto deste ano, na sede do Quilombo Pitanga dos Palmares, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador.

De acordo com MP-BA, a denúncia foi oferecida na segunda-feira (13), mas só foi divulgada nesta quinta (16). Os homens são acusados de por homicídio qualificado por motivo torpe, de forma cruel, com uso de arma de fogo e sem chance de defesa da vítima.

Dos cinco suspeitos, dois já tinham sido presos em setembro. Os outros três ainda não foram detidos. Estão presos: Arielson da Conceição Santos e Sérgio Ferreira de Jesus. Um deles foi preso por suspeita de receptar os celulares da líder quilombola e de familiares, roubados durante o homicídio. O segundo foi preso por suspeita de ser o executor do crime. A polícia não informou quem é o responsável por cada crime.

Estão foragidos: Josevan Dionísio dos Santos e Marílio dos Santos. A SSP-BA afirmou que Marílio tem quatro mandados de prisão em aberto, mas não especificou os crimes pelos quais ele é investigado.

A solicitação do mandado de prisão preventiva é para Ydney Carlos dos Santos de Jesus.

A SSP-BA não especificou como cada um dos denunciados participou do crime, nem detalhou qual foi a motivação do assassinato da líder quilombola.

Mãe Bernadete fazia parte do Programa de Proteção aos Defensores de Direitos Humanos (PPDDH) do Governo Federal. A sede do quilombo Pitanga dos Palmares, onde ela vivia, era monitorada por câmeras de segurança. Apesar disso, três delas não estavam funcionando por falta de recursos.

Foto: Reprodução




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *