18 de abril de 2024
  • :
  • :

Com novas escolas na Ribeira, Salvador chega a 20 unidades de ensino inauguradas em três anos

Com novas escolas na Ribeira, Salvador chega a 20 unidades de ensino inauguradas em três anos

A capital baiana chegou à marca de 20 novas escolas municipais inauguradas pela Prefeitura de Salvador nos últimos três anos. Nesta quarta-feira (20), o prefeito Bruno Reis e o secretário de Educação (Smed), Thiago Dantas, entregaram o Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Baronesa de Sauípe e a Escola Municipal Alfredo Amorim, ambos na Ribeira, que foram totalmente reconstruídos. Com isso, será possível ampliar a oferta de vagas para alunos da comunidade.

“Muito mais do que infraestrutura e tecnologia, essas duas unidades reconstruídas na Ribeira possuem o diferencial de ser uma do lado da outra, permitindo que a criança comece a Educação Infantil no Cmei Baronesa de Sauípe e depois siga para o Fundamental I e II na Alfredo Amorim, saindo somente para fazer o Ensino Médio. Isso vai gerar o sentimento de pertencimento e fortalecer os vínculos desses alunos que vão conviver com duas escolas próximas”, destacou o prefeito Bruno Reis.

As novas estruturas oferecem alto padrão construtivo com acessibilidade, quadra poliesportiva, salas climatizadas, salas multiuso, além de todo o conforto para a comunidade escolar, proporcionando um melhor aprendizado aos estudantes. O investimento total para as obras foi de R$ 18.5 milhões. Juntas, as duas unidades de ensino podem atender quase 1,8 mil crianças.

“Estamos fazendo um esforço muito grande para que o ensino público de Salvador se destaque ainda mais no país. Chegamos a 20 novas escolas nesses três anos. Ainda existem em construção ou com licitação para iniciar mais outras 30 unidades. Nunca houve na história da cidade tanto investimento nessa área”, completou Bruno Reis.

Instalações – A Escola Municipal Alfredo Amorim possui 2,9 mil metros quadrados de área e conta com capacidade para até 522 alunos por turno (1.566 no total) matriculados no Ensino Fundamental I, II e EJA. O novo prédio tem 18 salas de aula, guarita com sanitário, sala de leitura, salas de atividades, quadra poliesportiva, vestiário, elevador, acessibilidade, sanitários PCD, vestiário, sala de leitura/multiuso.

Artesã e técnica em Nutrição, Tamise dos Santos, 45 anos, levou os dois filhos para a unidade e aprovou a modernidade da estrutura. “Eu estou emocionada com essa reconstrução porque as crianças merecem uma escola desse padrão. Está tudo muito perfeito. Moro aqui no Largo do Papagaio e acompanhei toda a obra, ficava curiosa em saber como ia ficar o resultado. Superou as expectativas”, comemorou.

Ao lado da mãe, a pequena Melissa comparou a nova Alfredo Amorim. “Quando eu estava no 5º ano em outra escola, vinha buscar meu irmão que já estava matriculado aqui. Essa escola mudou demais. E agora faço parte dessa história, com orgulho de ser uma das estudantes daqui”, vibrou.

Já o Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Baronesa de Sauípe possui capacidade para 225 alunos em ensino integral. O local dispõe de 1,8 mil metros quadrados de área construída, tendo nove salas de aula, guarita com sanitário, brinquedoteca, pátio descoberto, solário, parque infantil, elevador, refeitório e mais uma série de equipamentos para garantir a segurança e conforto para toda a comunidade escolar. O local possui 88 anos de existência e é considerado o primeiro espaço de educação infantil da Bahia.

“As duas escolas reconstruídas possibilitaram a ampliação de mais de 200% da capacidade de oferta em termos de vagas aqui na região. O projeto delas foi elaborado após uma escuta que fizemos junto à comunidade. Inicialmente, pensamos em fazer um projeto único, mas os moradores defenderam em mantê-las separadas, o que foi acatado pela Prefeitura. Os dois equipamentos foram preservados e reconstruídos na exata medida que nos foi demandado”, explicou Thiago Dantas.

Foto: Betto Jr./Secom-PMS




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *