16 de julho de 2024
  • :
  • :

Tradicional Festa de Reis será celebrada na Paróquia da Lapinha

Tradicional Festa de Reis será celebrada na Paróquia da Lapinha

Com o tema “Como os Santos Reis ofertamos ouro, incenso e mirra!” (Mt 2,11), a Paróquia Nossa Senhora da Conceição, na Lapinha, realizará a tradicional festa de Reis, na Solenidade da Epifania do Senhor. O tríduo acontecerá nos dias 3, 4 e 5 de janeiro, sempre iniciando às 19h, na Matriz. Como parte dos festejos, na noite do dia 5, logo após a Santa Missa, haverá o tradicional desfile do Terno Anunciação.

No dia festivo, 6 de janeiro, a programação terá início com a alvorada às 6h; e Missas às 8h (presidida pelo pároco, padre Romildo Pires) e às 19h (sob a presidência do bispo auxiliar da Arquidiocese de São Salvador da Bahia, Dom Marco Eugênio Galrão). É importante ressaltar que, a cada noite durante as celebrações preparatórias, e também no dia festivo, os fiéis são conclamados a realizarem gestos concretos por meio da doação de copos descartáveis (3 de janeiro), água sanitário (4 de janeiro), sabão em pó (5 de janeiro) e desinfetante e detergente (6 de janeiro).

Festa dos Santos Reis

A Solenidade da Epifania do Senhor, também conhecida como “Dia de Reis”, ou “Dia dos Santos Reis”, comemorado em 6 de janeiro, tem origem na tradição católica que lembra o dia que Jesus Cristo, recém-nascido, recebeu a visita de três Reis Magos: Melchior, Gaspar e Baltazar, vindos do Oriente, guiados por uma estrela. Os três Reis Magos levaram a Jesus ouro, incenso e mirra, que representam as três dimensões de Cristo: a realeza, a divindade e a humanidade (o óleo da mirra servia para embalsamar os mortos). Tais presentes simbolizam, ainda, o futuro da missão de Jesus.

A intenção dos evangelistas, ao mostrarem os magos do Oriente, foi ensinar que o Cristo veio não apenas para o povo de Israel, mas para todos os povos e nações do mundo. A festa popular – também conhecida como Folia de Reis – foi trazida ao Brasil pelos colonizadores portugueses e até os dias atuais é tradição em regiões como o Nordeste, São Paulo e Minas Gerais.

Texto: Pascom da Arquidiocese de Salvador
Foto: Reprodução




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *