23 de fevereiro de 2024
  • :
  • :

“DETRAN/Ba aprova a circulação de 202 trios elétricos”, diz Fabrício Araújo

“DETRAN/Ba aprova a circulação de 202 trios elétricos”, diz Fabrício Araújo

O DETRAN-BA (Departamento Estadual de Trânsito) aprovou a circulação de 202 trios elétricos no Carnaval de Salvador. A informação é do diretor de Veículos do órgão, Fabrício Araújo. As vistorias prévias para os veículos ocorreram até hoje (9) e foram realizadas no Parque de Exposições de Salvador. Foram vistoriados trios elétricos, carros de apoio, carros de som, minitrios, microtrios e veículos alegóricos.

Os inscritos para atuar na folia momesca passaram por inspeção documental e na estrutura do veículo – chassi, parte elétrica, itens de segurança como: pneus, grades protetoras dos pneus, para-brisa, freios e dimensões do veículo.

Após avaliação de todos os itens exigidos na cartilha, o departamento emite o adesivo de ‘veículo vistoriado’, que deve ser afixado nas portas laterais e visível para o /desfile. A novidade implementada em 2023, que é o QR Code, está sendo aplicada novamente em 2024 nos adesivos, facilitando o trabalho dos fiscais e garantindo a segurança e agilidade do processo.

“O DETRAN/Ba tem a importante missão de garantir a segurança do folião e dos condutores de veículos. E no percurso também são realizados testes de alcoolemia nos condutores. Também aproveitamos para agradecer os valorosos colaboradores do DETRAN/Ba e os outros órgãos envolvidos nesse trabalho”, disse Fabrício Araújo. Ele ressaltou também a importância do seminário que foi realizado para atualização de condutores de trios elétricos e carros de apoio, em parceria com a Neoenergia Coelba. O curso ocorreu entre 5 e 7 de fevereiro, no período vespertino, e entre ontem (8) e hoje (9), no turno da manhã.

O DETRAN/Ba também atua nos circuitos. Segundo o perito do Detran, Domingos Lemos, esse é um trabalho minucioso, apesar de se tratar de ‘máquinas gigantes’. “Nossos técnicos avaliam criteriosamente cada item, especialmente, porque esses veículos sofrem adaptações e precisam seguir as regras de segurança. É uma atividade contínua. Verificamos antes, durante e depois às condições de veículos e seus respectivos condutores”, pontuou Domingos.

Foto: Divulgação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *