18 de junho de 2024
  • :
  • :

Kiki Bispo rebate opositores sobre creches em Salvador

Kiki Bispo rebate opositores sobre creches em Salvador

Líder do governo na Câmara de Salvador, o vereador Kiki Bispo (União Brasil) rebateu nesta quarta-feira (13) a colega Marta Rodrigues (PT), que atacou a Prefeitura reproduzindo uma mentira contada pelo ministro da Casa Civil, Rui Costa. Durante um evento institucional, o ex-governador disse que a gestão municipal não se inscreveu para receber verbas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para escolas e creches.

“O ministério de Rui Costa, aliado de Marta Rodrigues, negou, no total, R$ 54 milhões para Salvador, sendo R$ 12,9 milhões no grupo de creches e escolas de educação infantil e mais R$ 41,1 milhões para unidades de tempo integral. Não quero acreditar que essa decisão tenha alguma coisa a ver com política. Mas é inadmissível que o PT tente espalhar fake news com esse tema. Agora, Rui e Marta, além de pedirem desculpas pela mentira, deveriam vir a público para explicae ao povo de Salvador por que as propostas foram negadas”, disse.

Segundo o vereador, os ataques feitos em massa pelo PT e seus aliados sobre a educação municipal são uma tentativa de mascarar a grave crise da educação oferecida pelo governo do Estado. “Escárnio é o governador Jerônimo Rodrigues defender aprovação automática dos estudantes. Escárnio é tentar culpar os professores pelos problemas da educação estadual. Escárnio é chamar os analfabetos de doentes, como fez o governador”, afirmou Kiki.

Kiki destacou ainda os esforços da Prefeitura para promover a universalização na oferta da educação infantil, na qual Salvador ocupava o último lugar. Conforme a última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), a capital baiana já alcançou 98,5% de cobertura de creches para crianças de 4 a 5 anos. “Além das unidades próprias, a Prefeitura tem as creches parceiras, o programa Pé na Escola. São várias alternativas, para que nenhuma criança fique sem creche na cidade”, disse.

“Do outro lado, o governo do PT, há 18 anos no poder, deixa a Bahia nas últimas posições do IDEB. Vão culpar quem? Isso sim é uma vergonha. É um governo que não prioriza a educação e abandona nossa juventude. O pior é que ainda inventaram essa mentira só para atacar a Prefeitura porque não têm como justificar o abandono da educação da Bahia”, acrescentou.

Foto: Divulgação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *