18 de junho de 2018
  • :
  • :

Crescimento do PIB do Brasil fica em 40º lugar em lista com 43 países

Crescimento do PIB do Brasil fica em 40º lugar em lista com 43 países

Em uma lista com 43 países, o Brasil teve o 40º maior crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre de 2018. A relação foi feita pela Austing Rating, que monitora os resultados dos países com as maiores economias do mundo.

A comparação leva em conta a variação da economia na comparação com o primeiro trimestre de 2017. O crescimento do PIB brasileiro foi de 1,2%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE) – ficando atrás de outros países da América do Sul como Chile (4,2%), Peru (3,2%) e Colômbia (2,2%).

Considerando os países da lista, o crescimento do Brasil ficou na frente apenas do Japão (0,9%) e da Noruega (0,3%).

Ritmo lento – Nesta quarta-feira (30), o IBGE divulgou um crescimento do PIB brasileiro de 0,4% no 1º trimestre de 2018, na 5ª alta seguida na comparação com os três meses anteriores. Em valores correntes, o PIB no período foi de R$ 1,6 trilhão.

Apesar da retomada ainda frágil, os resultados vieram melhores do que o esperado por parte do mercado. Os analistas projetavam uma alta do PIB entre 0,1% e 0,5% e algumas estimativas apontavam para retração na atividade da indústria e no setor de serviços.

Do lado da demanda, o consumo das famílias manteve a trajetória de recuperação com alta de 0,5%, acima do esperado pelas projeções, e os investimentos subiram 0,6%. Somente o consumo do governo mostrou retração no período, de 0,4%, em meio ao forte ajuste fiscal diante das contas públicas no vermelho.

O IBGE revisou o PIB do 4º trimestre de 2017 de alta de 0,1% para 0,2%, o do 3º trimestre de 0,2% para 0,3% e o do 1º trimestre de 1,3% para 1,1%.

De acordo com a gerente de Contas Nacionais do IBGE, Claudia Dionisio, com resultado o 1º trimestre, o PIB permanece no patamar pré-crise e segue no mesmo nível observado no final do ano passado. “Se eu tiver que remeter a um patamar anterior, a gente estaria no primeiro semestre de 2011”, disse.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *